saúde

Câncer de intestino em jovens: estudo comprova que alimentação está associada ao aumento de casos

Crescimento no consumo de carne vermelha e ingestão de açúcar estão entre as principais causas

Câncer de cólon Câncer de cólon  - Foto: Reprodução/Freepik

Um estudo realizado pela Cleveland Clinic mostra que exposições ambientais, como o aumento no consumo de carne vermelha e maior ingestão de açúcar, pode desempenhar um crescimento da incidência de câncer colorretal de início jovem.

Os participantes que tinham menos de 50 anos com câncer de intestino tinham níveis mais baixos de citrato, que é criado no processo de conversão de alimentos em energia, em comparação com pessoas mais velhas diagnosticadas com câncer colorretal.

Os mais novos também tinham diferenças importantes no metabolismo de proteínas e carboidratos que podem sugerir que o consumo de carne vermelha e a ingestão de açúcar — fatores potenciais para causar câncer colorretal em uma idade mais jovem.

“O número de jovens diagnosticados com câncer colorretal disparou nos últimos 20 a 30 anos. Não há uma explicação clara para isso, embora suspeitemos que o aumento possa ser atribuído a fatores ambientais, já que a maioria dos casos não é genética ou hereditária – mesmo em pessoas mais jovens”, afirma o oncologista gastrointestinal da Cleveland Clinic, Suneel Kamath e autor sênior do estudo.

Para a pesquisa, a equipe médica compreendeu 170 pacientes com câncer colorretal (66 pacientes com câncer colorretal de início jovem e 104 pacientes com a doença de início médio). As análises de associação revelaram vários metabólitos diferencialmente abundantes, incluindo citrato e colesterol. Os resultados sugerem que o excesso de energia de bebidas adoçadas com açúcar, consumo de carne vermelha e obesidade podem ser fatores de risco para câncer colorretal de início jovem.

O estudo descobriu que níveis mais altos de ácido 4-hidroxi-hipúrico se correlacionam com uma melhor sobrevida em câncer colorretal jovem e médio. Entretanto, os cientistas afirmam que estudos mais aprofundados devem ser realizados para chegar em uma conclusão mais assertiva.

O ácido 4-hidroxihipúrico vem de fontes vegetais e pode ser encontrado em vegetais, nozes e chás, além de possuir propriedades antioxidantes que se correlacionam com melhores resultados de câncer.

“As diferenças metabólicas nas vias alteradas por exposições ambientais, como o consumo excessivo de carne vermelha, podem sugerir relações com a idade mais jovem de início. Os próximos passos incluiriam estudos futuros para entender a causa e o desenvolvimento da doença e criar biomarcadores para melhores terapias no câncer colorretal de início jovem”, disse Kamath.

Veja também

Sono afeta o risco de demência em pessoas com mais de 40 anos
ciência

Sono afeta o risco de demência em pessoas com mais de 40 anos

Prouni 2º semestre: inscrições começam na próxima terça-feira (23)
educação

Prouni 2º semestre: inscrições começam na próxima terça-feira (23)

Newsletter