Candidatura de Marília seria um presente de Natal para o PT

O PT de Pernambuco não elegeu nenhum dos seus candidatos à Câmara Federal em 2014

Inaldo SampaioInaldo Sampaio - Foto: Colunista

O PT se reuniu domingo, no Recife, e aprovou um “indicativo” de candidato próprio ao governo estadual nas eleições do próximo ano. Dois nomes foram ventilados, o ex-prefeito João Paulo e a vereadora Marília Arraes, mas na verdade só existe um: o da neta de Miguel Arraes, que tem o “DNA” da política e está com vontade de disputar. Ela representa o “novo” dentro do partido, cujos quadros são praticamente os mesmos de 20 anos atrás: o próprio João Paulo, Humberto Costa, Fernando Ferro, Dilson Peixoto, Teresa Leitão, etc. Marília, portanto, seria a candidata certa no momento certo não para ganhar a eleição porque o PT não tem estrutura para isto e sim para renovar seus quadros. João Paulo pode até ter mais nome do que ela, mas vem de três derrotas sucessivas - para vice-prefeito em 2012, para senador em 2014 e para prefeito em 2016. Ele e Humberto Costa precisam de um mandato na Câmara Federal porque em 2014 o PT serviu de “cauda” para o PTB e não elegeu nenhum.

A garantia do 2º turno
Caso o PT lance João Paulo ou Marília Arraes para disputar o governo estadual, o 2º turno é praticamente inevitável entre o governador Paulo Câmara e um dos dois candidatos da oposição: o do PT e o senador Armando Monteiro (PTB). O governador tem um “exército” de aliados no interior, mas na área metropolitana terá que suar a camisa devido à questão da violência.

Congresso :
O PSB fez congressos municipais no último domingo, mas o de Petrolina só será realizado quando o prefeito Miguel Coelho voltar da Europa. O prefeito indicará sozinho os membros do diretório municipal se os deputado Gonzaga Patriota e Lucas Ramos não tiverem interesse.

O fico : O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, que andou com um pé fora do PT, teria decidido ficar no partido. Ele foi à posse da senadora Gleisi Hoffmann na presidência nacional da legenda e ficou de marcar uma visita do ex-presidente Lula ao seu município.

Explosão : Com a explosão, na madrugada de ontem, da agência do Bradesco, em Águas Belas, contam-se agora nos dedos os municípios do Agreste Meridional que ainda não tiveram agências bancárias explodidas pela bandidagem.

Nem aí : O ministro Bruno Araújo (Cidades) não tá nem aí para a pressão do PMDB (de Romero Jucá), do PSD (de Gilberto Kassab) e do SD (de Paulinho da Força) pelo comando de sua pasta porque tem a confiança de Michel Temer (com quem jantou anteontem) e da cúpula nacional do PSDB.

Deferência : Adilson Gomes, secretário-geral do PSB pernambucano, poderia ter ido, domingo, à convenção do partido em sua cidade, Moreno. Mas prestigiou a de Salgueiro numa deferência toda especial à deputada Creusa Pereira e ao ex-prefeito Marcones Sá.

Contra : Pelas contas do Palácio do Planalto, 18 dos 46 deputados federais do PSDB vão votar a favor da denúncia contra o presidente Temer por crime de corrupção passiva, entre eles os pernambucanos Daniel Coelho e Betinho Gomes.

Veja também

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco
Folha de Pernambuco

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano
EUA

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano