Cantora Anitta entra em campanha contra Bolsonaro

A manifestação ocorreu em um vídeo publicado no Instagram, em resposta a um desafio feito no início da tarde por Daniela Mercur

Cantora Anitta faz publicação contra presidenciável Jair BolsonaroCantora Anitta faz publicação contra presidenciável Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução/Instagram @anitta

A cantora Anitta foi às redes sociais nesse domingo (23) para afirmar que não apoia o candidato Jair Bolsonaro (PSL) e que é a favor da hashtag #EleNão, popular nos grupos contrários ao presidenciável do PSL.

A manifestação ocorreu em um vídeo publicado no Instagram, em resposta a um desafio feito no início da tarde por Daniela Mercury. Outros artistas como Bruna Marquezine, Pabllo Vittar, Iza e até nomes internacionais como as cantoras Dua Lipa e Nicole Scherzinger já haviam aderido à campanha.

Nos últimos dias, Anitta foi alvo de críticas de fãs, principalmente da comunidade LGBT, que cobravam que a cantora se juntasse ao movimento contra o candidato. Ela havia afirmado, também em redes sociais, que tinha o direito de não se posicionar.

Leia também:
Campanha contra Bolsonaro ganha apoio de celebridades internacionais
Em "Marcha da Família", bolsonaristas insultam mulheres
Paulo Guedes, guru de Bolsonaro, defende 'superpoderes' a partidos na Câmara

"Quero deixar claro que em momento nenhum eu desmereci a hashtag", disse ela no mais recente pronunciamento, em referência à campanha contra Bolsonaro.
"São as nossas atitudes que mostram nossa luta contra o preconceito, contra o racismo, o machismo, a homofobia, nossa luta pelas minorias", continuou Anitta. "Como sou a favor da democracia, apoio sim a hashtag #EleNão".

Ela termina o vídeo estendendo o desafio às também cantoras Ivete Sangalo,
Claudia Leitte e Preta Gil
. A pressão dos fãs começou quando Anitta passou a seguir uma amiga no Instagram que expunha sua intenção de voto em Jair Bolsonaro. Ela afirmou em sua conta que recebeu xingamentos e até ameaças pela rede social.

Após o episódio, Anitta passou a ser pressionada pelos fãs para revelar sua intenção de voto, o que ela se negou a fazer. "É um direito meu, não querer opinar sobre política", disse. "Eu não segui um perfil em apoio a nenhum candidato."

Pelo Twitter, na quarta (19), a cantora havia afirmado que não gostaria de ser obrigada a odiar ninguém ou fazer campanha política. "Eu sou uma cidadã igual a vocês, eu trabalho pra caramba, eu pago meus impostos, tenho sim o meu candidato. Como cidadã eu fiz o meu dever, eu pesquisei, eu escolhi dentro do que eu acredito, mas assim como vocês, eu tenho o direito de ter o voto secreto."

No início da tarde deste domingo, a cantora Daniela Mercury postou em sua conta do Instagram um vídeo convocando mulheres a participar no protesto do movimento #EleNão, no dia 29 de setembro. A fala terminava com a frase "Vamos, Anitta?".

Veja também

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
Saúde

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos

Quatro pessoas morrem após acidente entre lanchas em Angra dos Reis
Rio de Janeiro

Quatro pessoas morrem após acidente entre lanchas em Angra dos Reis