Ebola

Carga com mais de 11 mil doses de vacina contra Ebola chega à Guiné

É o primeiro surto de Ebola na África Ocidental desde a epidemia de 2013-2016, que causou mais de 11.300 mortes

Surto de Ebola na ÁfricaSurto de Ebola na África - Foto: Cellou Binani/AFP

Mais de 11 mil doses de vacinas contra a febre hemorrágica Ebola chegaram de avião, na segunda-feira (22) à noite, na Guiné, país da África Ocidental onde a doença reapareceu, verificou a AFP.

As 11.300 doses da vacina Merck fornecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) deveriam chegar no domingo, mas a aeronave que saiu de Genebra não conseguiu pousar por conta de nuvens de poeira e foi desviado para o Senegal.

Então, um avião da United Mining Supply, empresa de transporte e logística especializada em mineração na Guiné, chegou ao Senegal para assumir o transporte das vacinas.

As caixas com o logotipo da OMS foram descarregadas na Guiné depois das 20h locais (17h no horário de Brasília), informou um correspondente da AFP.

Algumas serão transportados para Gouecké e Nzérékoré, uma região que faz fronteira com Serra Leoa, Libéria e Costa do Marfim, onde o Ebola causou recentemente cinco mortes. A vacinação está marcada para começar na terça-feira.

É o primeiro surto de Ebola na África Ocidental desde a epidemia de 2013-2016, que causou mais de 11.300 mortes, principalmente na Guiné, Libéria e Serra Leoa.

O Ebola também reapareceu recentemente na República Democrática do Congo.

Espera-se que mais 8.700 doses cheguem dos Estados Unidos à Guiné na quarta-feira.

O vírus Ebola é transmitido aos humanos por meio de animais infectados. O contágio entre as pessoas ocorre por meio de fluidos corporais e seus principais sintomas são febre, vômito, sangramento e diarreia.

Veja também

Justiça de Hong Kong mantém na prisão os 47 militantes pró-democracia
Internacional

Justiça de Hong Kong mantém na prisão os 47 militantes pró-democracia

Israel, Dinamarca e Áustria anunciam projeto conjunto de vacinas anticovid
Vacina contra Covid-19

Israel, Dinamarca e Áustria anunciam projeto conjunto de vacinas anticovid