Carnaval do Estado teve 73% menos mortes no trânsito, segundo PRF

Neste ano, o período de Momo teve 57 feridos e três pessoas mortas, send o acidente mais grave registrado no Agreste

PRF realizou monitoramento e ações de sensibilização para diminuir a incidência de acidentes nas vias do EstadoPRF realizou monitoramento e ações de sensibilização para diminuir a incidência de acidentes nas vias do Estado - Foto: Divulgação/PRF

Entre a sexta-feira (24) e esta quarta-feira (1º), quando foram comemorados oficialmente os dias de Carnaval, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 72 acidentes no Estado, sendo o mais grave no Agreste, com uma vítima fatal. Neste ano, o período teve 57 feridos e três pessoas mortas. Em 2016, 86 acidentes deixaram 73 feridos e 11 mortos. Os números indicam 14% menos acidentes, 22% menos feridos e de 73% menos nas mortes.

Durante a operação especial da PRF, 6.780 pessoas e 6.217 veículos foram fiscalizados. Entre as principais autuações estão a ultrapassagens em local proibido, o não uso do cinto de segurança, a falta do capacete e a ausência do dispositivo de retenção para crianças. No entanto, a principal infração foi o excesso de velocidade, registrado por 1.875 imagens de radar. Um dos casos registrados em flagrante foi o de um motorista trafegando a 170 km/h.

A ação também realizou 2.023 testes com o bafômetro, que resultaram em 60 autuações e quatro pessoas presas. Foram recolhidos ainda 87 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) e 53 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs). Outros 131 veículos foram recolhidos por irregularidades.

Veja também

Agências americanas recomendam "pausa" no uso da vacina da Johnson por temor de coágulos
Vacinação

Agências americanas recomendam "pausa" no uso da vacina da Johnson por temor de coágulos

Babá volta atrás e confirma à polícia agressões de Dr. Jairinho ao menino Henry
Violência

Babá volta atrás e confirma à polícia agressões de Dr. Jairinho ao menino Henry