Notícias

Carro é apreendido com 116 kg de maconha na BR-232, em Gravatá

Apreensão ocorreu na noite do domingo (26).

Polícia Rodoviária Federal realizando a apreensão da droga. Polícia Rodoviária Federal realizando a apreensão da droga.  - Foto: Divulgação/ PRF

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na noite desse domingo (26), um carro que carregava 116 kg de maconha escondida. O veículo passava pela BR-232, em Gravatá, quando foi parado para fiscalização de rotina. De acordo com o motorista, o carregamento era original do Paraguai e seria entregue em Abreu e Lima, na Grande Recife.

O Núcleo de Operações Especiais foi responsável pela abordagem, que aconteceu quilômetro 71 da rodovia. Na vistoria, foi verificada a presença de 156 tabletes do entorpecente, que estavam distribuídos no para-choque, nos bancos, no assoalho e também nas portas do veículo.

À polícia, o motorista informou que foi contratado para realizar o transporte, contudo, os nomes dos responsáveis pelo envio e recebimento da mercadoria não foram revelados.

Leia também:
Outra amazonense é presa no Aeroporto do Recife com droga
Homem suspeito de matar filha e neto já havia assassinado a esposa
PE: Homens foram obrigados a cavar covas antes de serem mortos; suspeito é preso


Segundo informações da PRF, o carro está registrado no nome de outra pessoa e não possui registro de roubo. Ainda, informou também que o condutor é do Recife e não costuma realizar esse tipo de trabalho, mas foi motivado a fazer a atividade ilegal por dificuldades financeiras.

Conteúdo apreendido pela Polícia Rodoviária Federal.

Conteúdo apreendido pela Polícia Rodoviária Federal. - Foto: Divulgação/ PRF

O homem foi detido e encaminhado junto com a droga à Delegacia de Polícia Federal, no Cais do Apolo, área central do Recife. Ele é suspeito de estelionato em outra ação e deverá responder pelo crime de tráfico internacional de drogas, com pena de cinco a 15 anos de reclusão, e multa.

 

Veja também

Deslizamento de terras na Papua-Nova Guiné deixou centenas de mortos, calculam autoridades
Papua-Nova Guiné

Deslizamento de terras na Papua-Nova Guiné deixou centenas de mortos, calculam autoridades

Ex-padre francês é condenado a 17 anos de prisão por pedofilia
Pedofilia

Ex-padre francês é condenado a 17 anos de prisão por pedofilia

Newsletter