INTERNACIONAL

Carro invade casa de prefeito na França em meio a protestos por morte de jovem; polícia investiga

Vincent Jeanbrun denuncia tentativa de assassinato após mulher e filho se ferirem no incidente

Constatações indicam que o veículo foi lançado com a intenção de incendiar a casaConstatações indicam que o veículo foi lançado com a intenção de incendiar a casa - FOTO: Geoffroy Van Der Hasselt/AFP

A casa do prefeito da pequena cidade de Haÿ-les-Roses, perto de Paris, foi atacada na madrugada deste domingo (2) por um carro que colidiu contra sua casa e depois pegou fogo, ferindo a mulher dele e um de seus filhos. Vincent Jeanbrun relatou em um comunicado no Twitter "uma tentativa de assassinato de covardia indescritível".

 

O promotor de Créteil, Stéphane Hardouin, destacou que "as primeiras constatações indicam que o veículo foi lançado com a intenção de incendiar a casa".

"Foi encontrado um acelerador em uma garrafa de Coca-Cola", disse ele, em referência a um catalisador químico para atiçar o fogo. Hardouin afirmou que o caso é “extremamente grave”.

Durante a madrugada, enquanto se encontrava na sede do poder municipal para coordenar a resposta aos motins dos últimos dias, “jogaram um carro contra a minha casa antes de o incendiarem", disse o prefeito no Twitter.

A mulher dele "ficou ferida no joelho e encontra-se neste momento hospitalizada". Um de seus filhos também ficou ligeiramente ferido, disse à AFP um colaborador próximo do prefeito da localidade de 30 mil habitantes.

A primeira-ministra Elisabeth Borne condenou o incidente, chamando-o de "intolerável" e pediu que "os culpados sejam processados com a maior firmeza".

A França vive uma onda de violência desde a publicação do vídeo da morte de Nahel, um jovem de 17 anos, morto a tiros por um policial durante uma blitz de trânsito, na última terça-feira, em Nanterre, perto de Paris.

O caso gerou protestos e tumultos na França. A indignação foi além das fronteiras do país, especialmente na Argélia, de onde vem a família do jovem morto.

Veja também

Herdeiro bilionário é condenado a pagar US$ 900 milhões a vítimas de abusos sexuais
CRIME

Herdeiro bilionário é condenado a pagar US$ 900 milhões a vítimas de abusos sexuais

Professores e técnicos da Educação Básica aceitam proposta do governo para encerrar greve
EDUCAÇÃO

Professores e técnicos da Educação Básica aceitam proposta do governo para encerrar greve

Newsletter