Carro pega fogo em Olinda

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar, o veículo de modelo Jeep Renegade entrou em combustão na Beira Mar, próximo ao antigo quartel

Carro incendiado em OlindaCarro incendiado em Olinda - Foto: WhatsApp / Cortesia

Um carro pegou fogo no início da manhã desta quarta-feira (27) na Avenida Marcos Freire, no bairro de Casa Caiada, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar, o veículo de modelo Jeep Renegade entrou em combustão na Beira Mar, próximo ao antigo quartel. Ninguém ficou ferido.

Leia também
Incêndio atinge estabelecimento comercial em Jaboatão dos Guararapes
Incêndio atinge prédio no Bairro do Recife
Incêndio atinge prédio da Escola Enfermagem do Hospital Português


Ainda segundo os bombeiros, o proprietário, que estava acompanhado da esposa, conduzia o carro, quando sentiu forte cheiro de gasolina no veículo. Ao parar o veículo para verificar o problema, segundo os bombeiros, o motorista percebeu as chamas, que rapidamente se alastraram por todo carro.

Uma viatura do Corpo de Bombeiros chegou ao local às 9h e controlou o incêndio. A avenida foi interditada e liberada às 9h25. Após a ocorrência, foi constatada perda total do carro. Os destroços foram removidos por volta das 11h pelo proprietário.

Portal FolhaPE entrou em contato com a Jeep, que informou não ter detalhes sobre o ocorrido. De acordo com a nota, a empresa informou que o Renegade é produzido com rigorosos processos e índice de segurança e qualidade.

Confira da Jeep a nota na íntegra:

"O Renegade é produzido no Polo Automotivo Jeep seguindo rigorosos processos e índices de segurança e qualidade. Sucesso no seu segmento, foi o primeiro modelo no Brasil a obter nota máxima de segurança no Latin NCAP. Não temos detalhes sobre o ocorrido"

Veja também

EUA destacam 'metas promissoras' de Bolsonaro para proteção ambiental
Diplomacia

EUA destacam 'metas promissoras' de Bolsonaro para proteção ambiental

STF inicia julgamento sobre validade de acordos coletivos de trabalho
Justiça

STF inicia julgamento sobre validade de acordos coletivos de trabalho