Coronavírus

Caruaru vê 'estabilização da curva' e fala em abertura econômica após quarentena rígida

Na última sexta-feira (26), Caruaru e Bezerros, no Agreste, iniciaram um período de quarentena rígida por decreto do Governo do Estado

Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB)Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) - Foto: Reprodução

A prefeitura de Caruaru, no Agreste pernambucano, anunciou, na manhã desta segunda-feira (29), um balanço dos 100 dias de ações de combate ao coronavírus na cidade. Em coletiva virtual, transmitida pelas redes sociais da prefeitura, a prefeita Raquel Lyra (PSDB), reforçou a importância das medidas de combate à Covid-19 e afirmou que a cidade planeja uma retomada gradual das atividades econômicas ao fim da quarentena rígida decretada pelo Governo do Estado.

Na última sexta-feira (26), Caruaru e Bezerros, também no Agreste, iniciaram um período de quarentena rígida que, inicialmente, se prolongará por dez dias a partir do início do decreto. Por determinação do Governo do Estado, até o dia 5 de julho, só os serviços essenciais têm autorização para funcionar nas duas cidades. No entanto, a prefeitura afirma que “Caruaru esperava avançar nas etapas de reabertura”.

“Mantemos um diálogo com diversos segmentos da nossa economia e temos os protocolos prontos para uma reabertura. Vamos passar os dez dias do isolamento mais rígido, imposto pelo Governo do Estado, por decreto, e esperamos que, em seguida, a gente já possa fazer a retomada das atividades econômicas”, afirmou a Raquel Lyra.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), os dois municípios registraram um “aumento significativo” no número de infecções pelo novo coronavírus nas últimas semanas. Caruaru e Bezerros são responsáveis por 71% dos novos casos graves da Covid-19 no Agreste. 

Segundo o secretário municipal de Saúde de Caruaru, Francisco Santos, os dados analisados pela rede municipal indicam uma estabilização da curva de contágio nas últimas duas semanas. A secretaria aponta também uma queda no número de mortes nas últimas semanas epidemiológicas (25ª e 26ª) em relação à 24ª semana, assim como uma “tendência de queda” em registros de internações por outras síndromes gripais. No entanto, a secretaria também registra um aumento de casos de infecção por coronavírus em pessoas idosas.
 

A prefeitura também ressaltou que o número de atendimentos nas quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade aumentou. Na última semana, foram registrados 2.858 atendimentos nas unidades. A secretaria destacou ainda que a centésima alta de paciente diagnosticado com Covid-19 no Hospital Manoel Afonso, unidade de referência em tratamento de Covid-19 que recebeu 78 novos leitos para o tratamento da doença, deve acontecer nesta segunda-feira.

“Ainda não temos como avaliar os impactos da quarentena rígida nos índices de isolamento, pois foi uma medida recente. No domingo (28), chegamos a taxa de 51%, o que é o mesmo número de 15 dias atrás”, afirma Francisco. 

Até o momento, Caruaru realizou 5.745 testes, com 1.955 casos positivos e 379 em análise.

Ações
Segundo a secretaria de Saúde, as barreiras sanitárias alcançaram mais de 600 mil pessoas e abordaram cerca de 135 mil veículos. Entre as ações realizadas pelos agentes nas barreiras, estão a higienização dos veículos, a distribuição de máscaras e a aferição da temperatura corporal. Ao todo, foram instaladas 20 barreiras sanitárias, onde mais de mil testes de Covid-19 foram realizados.

Na cidade, a vacinação contra a gripe ainda não teve as metas alcançadas em determinadas faixas etárias. Segundo o secretário de saúde, mais de 100 mil doses foram administradas, mas há dificuldades na vacinação das crianças por causa da suspensão das aulas. 

Na área da assistência social, a prefeitura destacou a distribuição de mais de 5 mil refeições diárias para a população em estado de vulnerabilidade e a criação de abrigos para o acolhimento de pessoas em situação de rua. Equipes de suporte também foram designadas para auxiliar no cadastro do auxílio emergencial do Governo Federal. Entre as medidas destacadas também está a criação da Rede Solidariedade, que integra o poder público com a sociedade civil, arrecadou mais de 12 mil cestas básicas e mais de 4 mil kits de higiene.

O programa Aula em [email protected], da secretaria de Educação, manteve as atividades de forma remota, com a distribuição de apostilas e o uso de conteúdos digitais para alunos da rede municipal, que também receberam kits de alimentação. Segundo a prefeitura, mais de 41 mil kits foram distribuídos. 

Para amenizar os impactos na atividade econômica do município, foram criadas iniciativas como o Delivery Caruaru, site que permite o cadastro de empresas locais para a realização de serviços de entregas, e o Delivery Sulanca, voltado para os feirantes das cidades.

Veja também

Mourão diz que Gilmar 'passou a linha da bola' e 'forçou a barra' ao criticar militares na Saúde
Governo

Mourão diz que Gilmar 'passou a linha da bola' e 'forçou a barra' ao criticar militares na Saúde

Chanceler da Bolívia está com a Covid-19
Pandemia

Chanceler da Bolívia está com a Covid-19