A-A+

RMR

Caso de choque elétrico traz à tona alerta para riscos em ruas alagadas

Após morte de mulher em Olinda, Celpe diz que furtos de fiação podem ter contribuído para acidente. Combinação de maré alta e chuva deixa população vulnerável.

Chuvas no RecifeChuvas no Recife - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Árvores, postes, bueiros, batentes e buracos. Esses e outros obstáculos presentes no cotidiano das ruas e calçadas, principalmente em locais com problemas de infraestrutura, aliados a furtos de fiação, tão comuns na Região Metropolitana do Recife, tornam-se ainda mais perigosos no período chuvoso que compreende o outono e o inverno.

Na quarta-feira (5), uma mulher morreu ao sofrer um choque elétrico enquanto passava por uma área alagada em Olinda. Casos como esse reacendem o alerta para os riscos que a população corre quando sai de casa nos dias de chuva.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada por volta das 10h30. A mulher, identificada como Sandra Helena Freitas da Silva, de 56 anos, andava pela avenida Olinda, no bairro do Varadouro, quando foi atingida por uma descarga elétrica. Ela morreu na hora.


O corpo da vítima foi retirado do ponto de alagamento pelos bombeiros com o apoio da Polícia Militar e levado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no Centro do Recife. A causa do acidente será verificada pelo Instituto de Criminalística (IC), e a Delegacia do Varadouro investigará o caso.

Responsável pelo fornecimento de energia no Estado, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) enviou uma equipe técnica ao local do acidente e se manifestou por meio de nota, em que lamenta o ocorrido.

Segundo a empresa, uma apuração preliminar indica a possibilidade de violação indevida na caixa de inspeção, o que teria provocado uma interferência no isolamento dos cabos.

“Com a inundação, a caixa ficou submersa dando origem ao vazamento de corrente no fio danificado. A hipótese é reforçada pela informação repassada por populares que relataram sucessivas tentativas de furto de fiação na área e ligações clandestinas”, afirma o texto.

Por fim, a Celpe informou que está colaborando com as autoridades policiais e permanece à disposição para auxiliar os familiares da vítima.

A combinação de chuva forte e maré alta não apenas traz transtornos na passagem pelas ruas como aumenta os riscos de acidentes. Além dos choques elétricos, o assessor de Comunicação do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Anderson Barros, cita ainda outros perigos, como quedas em bueiros e buracos, afogamentos e atolamentos de veículos (veja no infográfico).

O alerta vale para pedestres, ciclistas e motoristas. “Algumas pessoas se arriscam nesses locais alagados, muitas vezes com os veículos ou a pé. O motorista pode ficar preso dentro do carro, sem conseguir sair, e precisar ser retirado pelas nossas equipes de salvamento. E as pessoas que conseguem atravessar podem se afogar em uma canaleta ou em um bueiro aberto. E ainda há o perigo de serem arrastadas por uma correnteza”, recorda.

“Quando a fiação elétrica cai nessas áreas alagadas, tem uma combinação muito perigosa que é água e energia. Por isso, a gente recomenda não tocar em equipamentos energizados”.

Infográfico - Cuidados Chuva


Alagamentos
As chuvas fortes de quarta-feira causaram alagamentos em diversas ruas e avenidas do Recife. A Folha de Pernambuco circulou pela Capital e encontrou motoristas tendo que transitar devagar e com cautela. Entre os pontos mais atingidos, estava a avenida Agamenon Magalhães, nas proximidades do Parque Amorim.

Por lá, trechos dos dois sentidos da via foram inundados, mas os veículos conseguiam passar nas faixas centrais. Outro local que apresentou água acumulada na pista foi a avenida Norte, no bairro da Encruzilhada.

 

Veja também

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife
Música

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake
Luto

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake