Saúde

Casos suspeitos de arboviroses em Pernambuco sobem 15% em uma semana

Estado investiga 27 possíveis óbitos em decorrência das doenças

Mosquito Aedes AegyptiMosquito Aedes Aegypti - Foto: Wikipédia

Boletim de arboviroses em Pernambuco divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) mostra que houve aumento de 15% na notificação de casos suspeitos. O recorte considera as semanas epidemiológicas 17 e 18, encerradas em 30 de abril e 7 de maio, respectivamente.

O Estado encerrou a semana 17 com 27.728 casos suspeitos, sendo 9.986 de chikugunya, 16.620 de dengue e 1.122 de zika. Já na semana 18, o total subiu para 31.896.

Em relação à dengue, foram notificados 19.341 casos prováveis, dos quais 1.411 foram confirmados e 5.116, descartados. De acordo com a SES-PE, 173 cidades notificaram as ocorrências. No mesmo período de 2021, foram notificados 14.157 casos suspeitos - o aumento, portanto, é de 36,6%.

Já os casos relatados de chikungunya subiram para 11.682 - 2.136 foram confirmados e 1.917, descartados. Um total de 138 municípios enviaram registros à SES-PE. O aumento em relação a 2021 é de 67,2%, pois ano passado foram notificados 6.987 casos suspeitos no período.

Enquanto a dengue e a chikungunya disparam, o Estado segue sem confirmar casos de zika em 2022. Apesar disso, houve 873 notificações de 51 cidades, sendo 398 já descartadas. A redução em comparação a 2021 é de 33,8%, quando foram notificados 1.319 casos suspeitos.

O Estado ainda apura 27 óbitos possivelmente causados pelas arboviroses este ano. No ano passado, até a mesma semana epidemiológica, foram notificados 16 mortes, sendo sete descartadas e uma confirmada. 

"É importante ressaltar que o diagnóstico laboratorial positivo dos óbitos, para qualquer uma das arboviroses, não necessariamente confirma esta arbovirose como causa do óbito. Esta avaliação, para descarte ou confirmação, depende de minuciosa investigação domiciliar e hospitalar do óbito e da discussão de cada caso no Comitê Estadual de Discussão de Óbitos por Dengue e outras Arboviroses", ressalta a SES-PE.

Veja também

Elon Musk solta comentário transfóbico contra filha, após cirurgia de redesignação sexual
transfobia

Elon Musk solta comentário transfóbico contra filha, após cirurgia de redesignação sexual

Homem de 42 anos é morto a golpes de pedra no Sertão de Pernambuco
Sertão

Homem de 42 anos é morto a golpes de pedra no Sertão de Pernambuco

Newsletter