Recife

Catarinense é presa com 30 quilos de maconha no Aeroporto do Recife

Caso seja condenada, suspeita poderá pegar penas de 5 a 15 anos de reclusão por tráfico interestadual de drogas

Droga foi encontrada nas bagagens da suspeitaDroga foi encontrada nas bagagens da suspeita - Foto: Divulgação/PF

Uma catarinense de 22 anos, suspeita de tráfico de drogas, foi presa no Aeroporto Internacional do Recife com 30 quilos de maconha. A prisão ocorreu na tarde da última sexta-feira (17) e foi divulgada no final da noite de domingo (19) pela Polícia Federal em Pernambuco. 

Segundo a polícia, a jovem não possuía antecedentes criminais. A prisão aconteceu durante uma fiscalização de rotina de repressão ao tráfico de drogas. Separadas para ser submetida ao aparelho de raio X, as bagagens da suspeita tinham dois grandes tabletes da droga envoltos em roupas. Ao ser questionada, a passageira apresentou nervosismo, de acordo com a polícia.
 

Os policiais federais abriram as malas e localizaram os dois pacotes da droga embalados em fita adesiva. O peso total deu 30 quilos. Além da droga, foram apreendidos um celular, tickets de bagagens e passagem aérea.

Após o flagrante, a suspeita foi encaminhada para a Superintendência da PF no Recife, onde foi autuada por tráfico interestadual de entorpecentes. Caso seja condenada, poderá pegar penas de 5 a 15 anos de reclusão.

Em interrogatório, a suspeita disse que sua companheira recebeu uma proposta de um desconhecido para fazer o transporte da droga de Santa Catarina até João Pessoa/PB com o objetivo de receber a importância de R$ 1.500. Porém, como tinha dois filhos menores, resolveu se oferecer para ir em seu lugar. Por fim, disse que foi a primeira vez que transporta material entorpecente e que quando chegasse em João Pessoa seria contactada via celular para receber as instruções de como seria entregue a droga.

A presa foi conduzida para Colônia Penal Feminina do Recife após ter tido sua prisão preventiva confirmada. Ela fica à disposição da Justiça Estadual.

 

Veja também

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal
Pantanal

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal

China promete neutralidade em carbono até 2060
Meio Ambiente

China promete neutralidade em carbono até 2060