Pernambuco

Celulares apreendidos nos presídios são aproveitados em projetos educacionais e ambientais

Estudantes em situação de vulnerabilidade social recebem parte dos aparelhos nesta quarta

Celulares apreendidos nos presídios de PernambucoCelulares apreendidos nos presídios de Pernambuco - Foto: Ray Evllyn/SJDH

Celulares apreendidos nos presídios de Pernambuco são reaproveitados pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) para projetos de educação e meio ambiente. Nesta quarta-feira (1º),  a terceira remessa de celulares apreendidos serão direcionados pelo Centro de Recondicionamento de Computadores do Recife (CRC) para estudantes de cursos de tecnologia em situação de vulnerabilidade social. De janeiro a junho deste ano, foram apreendidos 1.219 celulares em presídios do Estado.

Com essa remessa, são quase 4.600 aparelhos entregues ao CRC desde a assinatura do termo de cooperação técnica, em abril do ano passado, pela SJDH e o Centro. A ação visa a promover aprendizado aos jovens e a preservação do meio ambiente. “Não podemos ficar com o lixo eletrônico que vem das unidades prisionais nem comprometer o meio ambiente jogando o resíduo fora. Pecisamos dar um destino a eles para que não retornem à prisão”, completa o secretário Pedro Eurico.

No CRC, os aparelhos são selecionados e segregados para a utilização. O plástico é destruído e descartado conforme a política de descarte de resíduos sólidos. As placas, baterias e vibra calls são transformados em robôs, bengalas e chapéus sonoros para deficientes visuais, entre outras ferramentas. Já o vidro pode virar luminárias e quadros. “Este ano estamos fazendo toda a triagem e segregação dos materiais para que, no segundo semestre, possamos atender 250 jovens em processo de formação”, informou o fundador e diretor-executivo do CRC, Sávio França.

 

Veja também

Mais de 10 milhões de senhas de brasileiros são expostas em vazamento global
Dados

Mais de 10 milhões de senhas de brasileiros são expostas em vazamento global

'É dever com terra martirizada', diz papa Francisco sobre visita ao Iraque apesar da Covid
PAPA

'É dever com terra martirizada', diz papa Francisco sobre visita ao Iraque apesar da Covid