Cepe disponibiliza 10 e-books para download gratuito a partir desta segunda

Os títulos, que ficarão disponíveis até o dia 15 de maio, foram publicados pela editora

A pernambucana Cida Pedrosa concorre com livro Solo para VialejoA pernambucana Cida Pedrosa concorre com livro Solo para Vialejo - Foto: Divulgação

A Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) anuncia que vai disponibilizar 10 novos e-books para download gratuito nas plataformas digitais a partir desta segunda-feira (13). Os títulos, que ficarão disponíveis até o dia 15 de maio, foram publicados pela editora. Eles substituirão os 14 livros eletrônicos que foram liberados entre 23 de março e 10 de abril. Para acessá-los, os leitores devem entrar nas plataformas da Amazon, Apple, Kobo, Livraria Cultura e Google Play Books.

Entre os e-books da nova lista, estão três livros de poesia, um de conto, um de ensaio, dois infanto-juvenis, um de jornalismo, um de história e um romance [confira a relação ao fim do texto]. "A ideia foi tentar mesclar o máximo possível de estilos diferentes e livros que, majoritariamente, estão esgotados em sua versão física, mas ainda vivos na versão digital", explica o gerente de Marketing da Cepe, Rafael Chagas.

Leia também:
Por causa do coronavírus, Cepe libera 14 e-books para download gratuito
Roteiro original do filme "A história da eternidade" ganha livro da Cepe 

De acordo com Chagas, os critérios de avaliação partiram da vontade dos próprios autores, entre eles Cida Pedrosa, João Paulo Parísio, José Juva e Silviano Santiago, e as indicações internas da editora. "O livro infantil Era uma vez... tem uma proposta bem legal porque são várias pequenas histórias que podem ser contadas para as crianças em momentos e dias diferentes, não exige uma leitura contínua", afirma o gerente.

Veja lista dos 10 e-books para download gratuito

Título: Gris (Poesia)
Autora: Cida Pedrosa

 

Capa do livro

Capa do livro - Foto: Divulgação

Sinopse: A coletânea, que reúne 50 poemas de Cida Pedrosa, traz uma mostra significativa da produção desta autora, cuja obra se alimenta da urbe e se confunde com o estar e viver a cidade. Poemas curtos e cortantes levam o leitor a um passeio por paisagens multicores, a despeito do que sugere o título do volume.


Título: Esculturas Fluidas (Poesia)
Autor: João Paulo Parísio
Sinopse: Tomando como inspiração temas de variadas naturezas, como a fome e o tédio, João Paulo Parisio utiliza seu olhar criador em poemas que transmitem as diversas proporções das coisas. Cada poema é carregado com seus sentimentos específicos que invadem o leitor.

Título: Legião Anônima (Contos)
Autor: João Paulo Parísio
Sinopse: A obra Legião anônima reúne 17 contos cheios de simbolismo, alguns reveladores de um clima de pesadelo, onde a realidade se mistura ao irreal, transmudando o cotidiano. O livro é um convite do autor, João Paulo Parisio, ao seu mundo de carências e perplexidades.

Título: Watsu (Poesia)
Autor: José Juva
Sinopse: A água é uma só. E assume todas as formas possíveis. Este livro possui dois oceanos: “Molhai os lírios do hipocampo” e “Visões noturnas da paz aquática.” Os poemas fluem como muitas águas: na calma da circulação dos líquidos no útero, nas idas e vindas de ondas furiosas, nos rios que não cessam de dizer da impermanência, nas chuvas inumeráveis que nos encontram. Foi um dos vencedores do 3º Prêmio Pernambuco de Literatura.

Título: Genealogia da Ferocidade (Ensaio)
Autor: Silviano Santiago
Sinopse: Genealogia da Ferocidade volta a comprovar a potência da ensaística de Silviano Santiago. Ele aponta como a tradição crítica sempre esteve mais interessada em domesticar a monstruosidade da escrita rosiana do que em deixar-se seduzir pela originalidade da "beleza selvagem" de Grande Sertão: Veredas. O "monstro Rosa" (como Silviano descreve o romance) não aceita domesticação. Esse ensaio inaugura o selo Suplemento Pernambuco, voltado a obras que pensam as relações entre literatura e o contemporâneo.

Título: A faculdade sitiada (História)
Autora: Ana Maria César
Sinopse: Episódio ocorrido nos anos 60, em que estudantes da Faculdade de Direito do Recife foram cercados na instituição por tanques e metralhadoras numa resposta do Governo à realização de uma palestra com Celia Guevara, mãe de Che Guevara, organizada pelos estudantes. O livro apresenta depoimentos de testemunhas dos fatos e marca a história daquele maio de 1961, que anunciou o Maio de 1968 da Europa.

Título: Era uma vez...(Infanto-juvenil)
Autora: Gabriela Kopinits
Sinopse: A personagem Cigana Contadora de Histórias, interpretada pela jornalista caruaruense Gabriela Kopinits, que costuma promover sessões de contação em escolas como forma de incentivar a leitura, transforma-se na protagonista desta obra, em que narra várias das historinhas que ela mesma cria e que prometem encantar as crianças. As ilustrações são do designer recifense Rivaldo Barboza.

Título: E eu, só uma pedra (Infantojuvenil)
Autor: Helton Pereira
Sinopse: Ilustrado pelo artista gráfico mineiro Cau Gomez e ganhador do I Prêmio Cepe Nacional de Literatura em sua categoria, este livro aposta na invenção, com trato cuidadoso da fantasia e ousadia intelectual. O protagonista é um personagem singular, que foge dos clichês das histórias infantis. Helton Pereira teve a obra A voz que lê para mim, selecionado para o Programa Alfabetização na Idade Certa.

Título: Tapacurá: viagem ao planeta dos boatos (Jornalismo)
Autor: Homero Fonseca
Sinopse: Relato do pânico que tomou conta do Recife logo após a grande cheia de 1975, quando surgiu o boato de que a barragem de Tapacurá havia estourado, com vários depoimentos, e como os rumores voltaram a ocorrer em maio de 2011, assombrando a cidade. Nesta segunda edição, Homero Fonseca atualiza a obra incluindo uma análise sobre a utilização das redes sociais na repercussão dos boatos.

Título: Associação Robert Walser para sósias anônimos (Romance)
Autor: Tadeu Sarmento
Sinopse: Neste livro, seu primeiro romance publicado, Tadeu Sarmento trata da relação entre literatura e anonimato, memória e esquecimento, história e imaginação, e do quanto um escritor é capaz de se moldar ao desejo de seu leitor ideal, assim como quem ama se dispõe a transformar-se na pessoa pela qual o outro se apaixonou. Pode o amor, no fundo, ser um jogo de máscaras semelhante ao jogo de máscaras da literatura?

Veja também

Presidente do México recebe vacina contra Covid-19 em público para convencer céticos
Vacinação

Presidente do México recebe vacina contra Covid-19 em público para convencer céticos

Cipoma prende em flagrante seis suspeitos de desmatamento em São Lourenço
Meio ambiente

Cipoma prende em flagrante seis suspeitos de desmatamento em São Lourenço