Certidão de nascimento agita disputa em Olinda

O local de nascimento do candidato Professor Lupércio virou o principal mote da campanha de Olinda neste 2º turno

Os Jovens BaumannOs Jovens Baumann - Foto: Reprodução/ Adorocinema

O deputado Professor Lupércio, candidato do Solidariedade à Prefeitura de Olinda, informou inadvertidamente à Justiça Eleitoral que nascera naquele município, mesmo seu registro de nascimento sendo do Recife. Foi para diferenciar-se do seu opositor Antonio Campos, a quem chama de “forasteiro” por ter nascido na capital pernambucana. Pensando bem, isto é o que menos importa numa campanha eleitoral.

Local de nascimento não é o que credencia ou descredencia gestor público, e ambos sabem disto. Luíza Erundina nasceu na Paraíba (Uiraúna) e foi eleita prefeita de São Paulo, Roberto Magalhães nasceu no Rio Grande do Norte (Canguaretama) e foi prefeito do Recife e governador, e Miguel Arraes nasceu no Araripe (CE) e foi igualmente prefeito da capital pernambucana e governador do Estado. Nada obstante, o local de nascimento do Professor virou o principal mote da campanha de Olinda neste 2º turno.

O local de nascimento do candidato Professor Lupércio virou o principal mote da campanha de Olinda neste 2º turno

O monitor dos passos da filha
O ex-governador João Lyra Neto é quem coordena a campanha da filha, Raquel (PSDB), neste 2º turno, em Caruaru. Além disso, não perde comício, caminhada ou passeata, seja na zona urbana ou rural do município. No último final de semana, a candidata fez várias visitas a vilas, distritos e povoados em companhia do vice-presidente estadual do PSB, Luciano Vasquez, que desembarcou lá para incorporar-se à campanha.

Adesão > Tony Gel (PMDB), opositor de Raquel Lyra, teve sua campanha reforçada neste final de semana pelo governador Paulo Câmara (TV), o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, o secretário Milton Coelho (Administração) e João Campos. O próprio Tony ficou surpreso com a solidariedade do PSB.
Apoio > O ex-deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), que esteve no Recife, sexta, para dar um abraço em Geraldo Júlio (PSB), está apoiando em Porto Alegre o vice-prefeito Sebastião Melo (PMDB).
Suplentes > Pelo menos 30 suplentes de vereador estão se articulando no Recife para uma adesão em bloco à campanha de João Paulo (PT), mas isso não deverá ter influência no 2º turno da eleição.
2º turno > Pelas pesquisas mais recentes, o PSB venceria hoje a eleição no Recife e em Aracaju, mas seu candidato em Goiânia (GO), Vanderlan Cardoso, perderia para Iris Rezende (PMDB).
Neutros > Renildo Calheiros (PCdoB) e Elias Gomes (PSDB) optaram pela neutralidade em Olinda e Jaboatão, mas são acusados por opositores de estarem trabalhando “por debaixo dos panos” para o Professor Lupércio (SD) e Manoel Neco (PDT), respectivamente. Ambos desmentem esta versão.
Peso > A maior prova de que governador não decide eleição municipal ocorreu em Barbalha (CE), na fronteira com Pernambuco. O governador Camilo Santana (PT), que nasceu lá, apoiou para prefeito seu ex-assessor Fernando Santana (PT). Mas ele foi derrotado por 178 votos por Argemiro Sampaio (PSDB).

Vitrine > O programa de creches do prefeito de Petrolina, Júlio Lossio (PMDB), foi apresentado ontem ao prefeito reeleito de Belo Jardim, João Mendonça (PSB). Batizado de “Nova semente”, o programa já tinha sido apresentado a outros candidatos, como Priscila Krause (DEM), por exemplo, que prometia implantá-lo no Recife. A vitória de Mendonça está “sub judie”, mas ele está convencido de que
vencerá a batalha no TSE.

Veja também

Jovem morre nos EUA após contrair coronavírus em 'Festa da Covid'
Coronavírus

Jovem morre nos EUA após contrair coronavírus em 'Festa da Covid'

Argentina supera os 100 mil casos de Covid-19
Coronavírus

Argentina supera os 100 mil casos de Covid-19