Céu parcialmente nublado com pouca chuva está previsto para esta terça-feira

O Sertão de São Francisco pode registrar 34° C na temperatura máxima, onde o céu é parcialmente nublado e sem chuva

Tempo nublado em Recife. Vista para o Rio Capibaribe.Tempo nublado em Recife. Vista para o Rio Capibaribe. - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Céu parcialmente nublado com chuva pela manhã e à noite de intensidade fraca. Essa é a previsão desta terça-feira (10), na Região Metropolitana, onde a temperatura máxima pode atingir os 28° C e a mínima os 20°C. A informação é divulgada pela Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac).

Já no Agreste, a tendência é de chuva apenas no período da noite com intensidade fraca. A região registra apenas 16° C na temperatura mínima.

O Sertão de São Francisco pode registrar 34° C na temperatura máxima, a mais quente do Estado. A região deve apresentar céu parcialmente nublado e sem chuva.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 28° C
mínima: 20° C

Mata Norte
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 28° C
mínima: 20° C

Mata Sul
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 28° C
mínima: 19° C

Agreste
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada no período da noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 28° C
mínima: 16° C

Sertão de Pernambuco
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura máxima: 31° C
mínima: 16° C

Sertão de São Francisco
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura máxima: 34° C
mínima: 19° C

Veja também

Confira a previsão do tempo para este sábado (28) em Pernambuco
TEMPO

Confira a previsão do tempo para este sábado (28) em Pernambuco

Presidiário condenado à morte conta em livro como se tornou um mestre budista
USA

Presidiário condenado à morte conta em livro como se tornou um mestre budista