Chave para uma vida melhor

Ao mesmo tempo que ele sai do espaço de ociosidade, ele vai para outro local que tem normas e regras.

Camilo Simões teria sido vítima de um infarto fulminanteCamilo Simões teria sido vítima de um infarto fulminante - Foto: Clemilson Campos/Folha PE

A educação prisional não tem somente o papel de proporcionar ao preso um ambiente mais leve em relação ao que ele tem nos outros momentos em que se está no presídio. Não se trata de um espaço de lazer, diversão e para fazer amigos. É um local onde eles também são obrigados a encarar uma série de regras e obrigações a serem cumpridas. Muitos reeducandos têm a consciência de que, através da escola, pode estar a chave para uma vida diferente quando eles estiverem novamente em liberdade.

“Ao mesmo tempo que ele sai do espaço de ociosidade, ele vai para outro local que tem normas e regras. E nem todo mundo quer ir pra esse ambiente. Até porque se ele está na educação de jovens e adultos é porque ele saiu da escola quando era criança. E por que ele quer voltar? É só pela sociabilidade do ambiente, por ser agradável, só por isso? Ou porque ele quer ter outras oportunidades?”, indaga Hugo Regis.

Um bom exemplo da relação que alguns internos têm com o estudo pode ser medido pela participação dos reeducandos da Dom Helder Câmara nas últimas provas do Enem. Através de um grupo de voluntários, coordenado pela secretária da escola, Kelly Ferraz, foi formada uma turma preparatória para a prova que dá acesso a uma série de universidades. “Muitos reeducandos que já haviam terminado o ensino médio e não podiam ficar mais na escola pediram essa oportunidade, como forma de se manter nos estudos”, diz Kelly. Numa turma com cerca de 50 alunos, 30 conseguiram ser aprovados. “Muitas escolas lá fora não conseguem um resultado assim. Houve da parte deles um empenho total. E da parte da equipe voluntária, que ficava vindo em um horário extra para ajudá-los”, opina o diretor da Don Helder Câmara.

Veja também

Homem entra no hospital em Jaboatão como acompanhante e sai morto, denuncia familia
Denúncia

Homem entra no hospital em Jaboatão como acompanhante e sai morto, denuncia familia

Peru vai isentar viajantes de quarentena ao reabrir fronteiras

Peru vai isentar viajantes de quarentena ao reabrir fronteiras