China acusa EUA de calúnia por acusação de espionagem de vacinas contra Covid-19

O FBI acusou hackers, mas também pesquisadores e estudantes próximos ao governo chinês, de roubarem dados sobre tratamentos e vacinas contra o novo coronavírus

Bandeira da China Bandeira da China  - Foto: Image Source/Folhapress

A China acusou os Estados Unidos de calúnia, nesta quinta-feira (14), depois que Washington acusou Pequim de espionar suas pesquisas sobre uma vacina secreta contra a Covid-19. "A China expressa seu descontentamento e sua firme oposição a essas calúnias", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian.

Leia também:
Na China, aplicativos de rastreamento do coronavírus estão em toda parte
Trump descarta renegociar acordo comercial com a China
China admite que Covid-19 revelou 'lacunas' em seu sistema de saúde


Nessa quarta-feira (13), o FBI (Polícia Federal americana) acusou hackers, mas também pesquisadores e estudantes próximos ao governo chinês, de roubarem dados sobre tratamentos e vacinas contra o novo coronavírus.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

Xi Jinping ataca Guerra Fria 2.0 e defende multilateralismo em Davos
Fórum Econômico Mundial

Xi Jinping ataca Guerra Fria 2.0 e defende multilateralismo em Davos

Avenida fica submersa em Florianópolis após chuvas e rompimento de lagoa artificial
Santa Catarina

Avenida fica submersa em Florianópolis após chuvas e rompimento de lagoa artificial