Internacional

China acusa Otan de 'desinformação'

Na quarta-feira (23), o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, denunciou "o apoio político dado à Rússia pela China, inclusive mediante a difusão de mentiras e de desinformação" por sua imprensa oficial

Secretário-geral da Otan, Jens StoltenbergSecretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg - Foto: Kenzo Tribouillard / AFP

A China classificou como "desinformação", nesta quinta-feira (24), as afirmações do secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, de que Pequim oferece "apoio político" à Rússia e acusou a aliança militar de divulgar "mentiras" sobre a invasão da Ucrânia.

Parceiro econômico e diplomático próximo de Moscou, Pequim não manifestou, até agora, seu apoio ou desaprovação à invasão russa e pediu moderação a todas as partes. Os países ocidentais pedem ao gigante asiático que deixe clara sua oposição. 

Na quarta-feira (23), o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, denunciou "o apoio político dado à Rússia pela China, inclusive mediante a difusão de mentiras e de desinformação" por sua imprensa oficial.

Stoltenberg repetiu uma acusação, sem provas, feitas pelos Estados Unidos, sobre "a possibilidade de Pequim estar prestando apoio material à invasão da Ucrânia" e convocou a China a "se juntar ao resto do mundo para pedir o fim imediato e pacífico desta guerra". 

"Acusar a China de desinformação sobre a Ucrânia é uma desinformação em si mesma", disse o porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Wang Wenbin, em uma entrevista coletiva. 

"Estados Unidos e Otan devem dialogar com a Rússia para desfazer o nó da crise ucraniana. Para resolver uma crise, precisamos estar calmos e ser racionais, não jogar lenha na fogueira", acrescentou. 

A China se apresenta como potência neutra e uma possível mediadora na crise. 

"Sempre defendemos que a Ucrânia seja uma ponte entre Oriente e Ocidente, e não a vanguarda de um jogo de grandes potências", argumentou Wang Wenbin.

Veja também

Ministro da Justiça diz que não conversou com Bolsonaro sobre investigação da PF em viagem aos EUA
Política

Ministro da Justiça diz que não conversou com Bolsonaro sobre investigação da PF em viagem aos EUA

Trechos da BR-232 ficam movimentados na volta do feriadão de São João
Feriadão

Trechos da BR-232 ficam movimentados na volta do feriadão de São João