Vacina contra Covid-19

China aprova outras duas vacinas anticovid desenvolvidas a nível nacional

A China já aprovou quatro vacinas produzidas no país, após a autorização da vacina CoronaVac da Sinovac

Eficácia da vacina da CanSino é de 65,28% após 28 diasEficácia da vacina da CanSino é de 65,28% após 28 dias - Foto: CanSino

O regulador de medicamentos da China anunciou, nesta quinta-feira (25), que aprovou outras duas vacinas contra o coronavírus fabricadas por laboratórios do país.

As vacinas desenvolvidas pela CanSino Biologics e uma unidade da Sinopharm receberam uma autorização condicional, já que foi comprovado que protegem contra a covid-19, informou a Administração Nacional de Produtos Médicos.

As autorizações condicionais contribuem para acelerar o lançamento dos medicamentos no mercado quando os ensaios clínicos apontam que serão eficazes, mesmo não tendo concluído todas as fases.

O Instituto de Wuhan de Produtos Biológicos, uma filial da Sinopharm, afirma que sua vacina tem uma eficácia de 72,51%, enquanto a eficácia do imunizante da CanSino é de 65,28% após 28 dias.

Desse modo, a China aprovou quatro vacinas produzidas nesse país, após a autorização da vacina CoronaVac da Sinovac este mês e de outra da Sinopharm em dezembro.

A China planejava ter vacinado 50 milhões de pessoas até meados de fevereiro. Em 9 de fevereiro, mais de 40 milhões de doses já haviam sido administradas. 

O país também distribuiu vacinas gratuitas para 53 países e está exportando seus imunizantes para mais de 20 Estados.

Veja também

EUA esperam que Bolsonaro diga que não vai mais tolerar desmatamento ilegal
Meio Ambiente

EUA esperam que Bolsonaro diga que não vai mais tolerar desmatamento ilegal

Brasil não tem que ser mendigo, diz Mourão sobre pedido de apoio a Biden
Diplomacia

Brasil não tem que ser mendigo, diz Mourão sobre pedido de apoio a Biden