China garante ser transparente na luta contra coronavírus

No dia anterior, Angela Merkel havia cobrado que Pequim esclarecesse a origem da pandemia

Geng ShuangGeng Shuang - Foto: wikipedia

A China afirmou, nesta terça-feira (21), que foi transparente em seu combate contra o coronavírus, um dia depois de a chanceler alemã, Angela Merkel, pedir que Pequim esclareça a origem da pandemia.

Em entrevista à imprensa, o porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Geng Shuang, garantiu que "a China sempre reforçou a cooperação internacional em matéria de prevenção epidemiológica de maneira aberta, transparente e responsável".

Ontem, Merkel pediu ao governo chinês que seja o mais transparente possível sobre a "gênese" do novo coronavírus, depois que Pequim foi acusada de ter minimizado os efeitos da pandemia em seu território.

"Quanto mais transparente a China for sobre a gênese do vírus, melhor será para todos neste planeta", com o objetivo de "aprender com isso", disse a chanceler alemã em uma coletiva de imprensa.

Ao ser questionado sobre essas declarações, Geng afirmou que seu país e a Alemanha mantêm "uma estreita comunicação" para lutarem juntos contra a pandemia.

Em relação à polêmica sobre a origem do vírus, que fez suas primeiras vítimas no final de 2019 em Wuhan (centro da China), Geng reiterou que esta questão é da competência dos pesquisadores.


Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)

Milhares protestam contra prisão de opositor de Putin na Rússia
Protestos

Milhares protestam contra prisão de opositor de Putin na Rússia