A-A+

Viagem espacial

China lançará no sábado sua missão espacial tripulada mais longa

A tripulação da Shenzhou-13 decolará no sábado às 00h23 locais (13h23 de Brasília, sexta-feira)

Foguete chinêsFoguete chinês - Foto: STR / CHINA NEWS SERVICE (CNS) / AFP

A China lançará no sábado (16) sua missão espacial tripulada mais longa, a Shenzhou-13, durante a qual três astronautas passarão seis meses na estação espacial chinesa em construção.

Para reduzir o atraso em relação a Estados Unidos e Rússia, a China executa um ambicioso programa espacial que permitiu ao país enviar sondas à Lua e Marte, além de ter seu próprio sistema GPS.

A tripulação da Shenzhou-13 decolará no sábado às 00h23 locais (13h23 de Brasília, sexta-feira) da base de Jiuquan, no deserto de Gobi (noroeste da China), anunciou a Agência Espacial para os Voos Tripulados (CMSA).

Os três astronautas se acoplarão a Tianhe ("Harmonia celestial"), o único módulo que já está em órbita dos três que formarão a estação espacial.

A missão consistirá em acompanhar a construção e revisar os equipamentos. Também farão "duas ou três saídas ao espaço", afirmou a CMSA.

A tripulação será integrada por Zhai Zhigang (55 anos), o primeiro chinês a fazer uma saída extraveicular em 2008, Wang Yaping (41 anos), a segunda chinesa a viajar ao espaço em 2013, e Ye Guangfu (41 anos), em seu primeiro voo espacial.

Todos são militares e membros do Partido Comunista Chinês.

Eles dobrarão o recorde de duração para uma missão tripulada chinesa, estabelecida em setembro pelos astronautas da Shenzhou-12, que passaram três meses no módulo Tianhe.

"Passar seis meses em gravidade zero será, sem dúvida exaustivo", declarou o comandante Zhai Zhigang.

A estação espacial deve ser concluída no fim de 2022. Receberá o nome Tiangong ("Palácio celestial") em chinês ou CSS ("Estação espacial chinesa") em inglês, com um tamanho similar ao da antiga estação soviética Mir (1986-2001). Permanecerá operacional por pelo menos 10 anos.

Veja também

Mais de 3,6 milhões de vacinas da Pfizer chegam ao Brasil
Vacinas

Mais de 3,6 milhões de vacinas da Pfizer chegam ao Brasil

Assessora de Hillary Clinton diz que foi abusada sexualmente por senador
Denúncia

Assessora de Hillary Clinton diz que foi abusada sexualmente por senador