A-A+

Choque em cerca elétrica mata adolescente e fere outro em Nazaré da Mata

Proprietário da casa teria ligado fio à rede elétrica após os dois meninos pularem várias vezes no quintal para cometer alguns furtos

Hospital da Restauração. Hospital da Restauração.  - Foto: Henrique Genecy/Folha de Pernambuco

Um adolescente de 14 anos morreu e outro de 16 anos ficou ferido após ambos levarem um choque elétrico em uma cerca clandestina na zona rural de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, na tarde dessa quarta-feira (22).

Segundo o delegado da 50ª Delegacia de Polícia Civil de Nazaré da Mata, Rommel Ricardo, as informações iniciais são de que o dono da residência onde a cerca está instalada ligou um fio à rede elétrica após os dois meninos pularem várias vezes no quintal para cometer alguns furtos.

"Não existe nada comprovado sobre isso ainda. Vamos fazer as ouvidas nesta sexta ou a partir de segunda, depois do enterro [do adolescente de 14 anos]", explicou o delegado Rommel. "Se a perícia confirmar que o fio estava ligado à eletricidade, o dono será autuado por homicídio doloso, pois ele assumiu o risco de matar", acrescentou.

Leia também:
Adolescente morre de choque elétrico em Garanhuns
Mulher morre após choque ao plugar tomada em extensão, no Agreste


Ainda segundo o delegado Rommel Ricardo, o homem não foi localizado e está foragido. "Ele não morava sozinho, mas não encontramos ninguém na casa, que estava fechada", informou.

Os dois adolescentes foram socorridos por familiares primeiramente para um hospital de Nazaré da Mata. O menino de 14 anos não resistiu a uma parada cardíaca e morreu no caminho. O outro, de 16, foi transferido em estado grave para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife. De acordo com a assessoria do HR, o adolescente deu entrada às 15h da quarta e está entubado na Unidade de Traumas.

   Regulamentação de cercas elétricas

A instalação de cercas elétricas em áreas urbanas e rurais deve obedecer à lei nº 13.477/2017, sancionada pelo presidente Michel Temer no ano passado. Segundo o texto, a intensidade da corrente elétrica dos equipamentos - tecnicamente chamada de amperagem - deve seguir parâmetros da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A amperagem deve ser baixa, pulsativa e contínua para que o choque "empurre a pessoa para fora" da cerca. Além disso, as cercas não devem ser instaladas a menos de três metros de um depósito de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), uma vez que uma fagulha pode causar explosão.

A lei obriga ainda a colocação de placas, com frases e símbolos, avisando sobre a possibilidade de um choque elétrico. O não cumprimento da lei gera multas entre R$ 5 mil - para o proprietário da residência - e R$ 10 mil - para quem instalou o equipamento.

Veja também

Setembro amarelo: saiba como a alimentação afeta o quadro depressivo
Saúde

Setembro amarelo: saiba como a alimentação afeta o quadro depressivo

Pernambuco registra, em 24h, 191 casos e sete mortes pela Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra, em 24h, 191 casos e sete mortes pela Covid-19