Chuva, suor e cerveja: Odara Ôdesce reuniu todas as tribos neste sábado (5)

Em novo local, o Biruta recebeu a turma apaixonada pela música brasileira

Allana Marques e Mozart receberam Calani e Deco SimõesAllana Marques e Mozart receberam Calani e Deco Simões - Foto: Thiago Britto/Divulgação

Nem a chuva abalou a animação durante a festinha Odara Ôdesce deste sábado (5). A dupla Allana Marques e Lucas Logiovine e a turma da Golarrolê comandaram o agito no Biruta. O local, por sinal, ficou irreconhecível, com decoração da entrada da festa às áreas externas e internas, além de lounge para o público descansar e uma roleta de prêmios.

Nas picapes, a DJ residente Allana Marques recebeu duas feras que, além de ser dois entusiastas da música brasileiras, são frequentadores assíduos da Odara. O DJ Deco Simões, fã e pesquisador da música popular brasileira, comandou um um set cheio de hits para ninguém ficar parado, que foi de Joelma a Baiana System. Já o DJ Calani, carioca, radicado em Recife e um dos fundadores da festa Desbunde, misturou música brasileira com latina e africana.  Confira os cliques:

João Lucena e Léo Silva marcaram presença

João Lucena e Léo Silva marcaram presença - Crédito: Thiago Britto/Divulgação

Lila Rodrigues e Cecilia Chaves

Lila Rodrigues e Cecilia Chaves - Crédito: Thiago Britto/Divulgação

o artista plástico Bruno Alheiros marcou presença

o artista plástico Bruno Alheiros marcou presença - Crédito: Thiago Britto/Divulgação

Luciana Aires se jogou na pista

Luciana Aires se jogou na pista - Crédito: Thiago Britto/Divulgação

Odara de inverno esgotou os ingressos e lotou o Biruta

Odara de inverno esgotou os ingressos e lotou o Biruta - Crédito: Thiago Britto/Divulgação


 

 

Veja também

São Paulo sofre falta crítica de medicamentos para intubação, alertam autoridades
Coronavírus

São Paulo sofre falta crítica de medicamentos para intubação, alertam autoridades

Meta de redução do desmatamento deve ser alcançada 'pouco a pouco', afirma Mourão
Meio Ambiente

Meta de redução do desmatamento deve ser alcançada 'pouco a pouco', afirma Mourão