Chuvas de verão também castigam Pernambuco

Precipitações acima da média para o período causam transtornos em várias partes do Estado

Região Metropolitana do Recife também sofreu com as chuvas, mais concentradas na CapitalRegião Metropolitana do Recife também sofreu com as chuvas, mais concentradas na Capital - Foto: Arthur Mota

Até por volta das 20h dessa terça-feira (20), Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) já havia medido 79 mm de chuvas em Bezerros, no Agreste, município do Estado onde mais choveu no dia. Segundo a meteorologista da Apac, Maria Aparecida Fernandes, a média para todo o mês de fevereiro em Bezerros é de 54 mm. A chuva foi um dos fatores para os transtornos registrados na cidade: alagamento de ruas e de um trecho da BR-232 (que chegou a interromper o tráfego na via na tarde de ontem), casas danificadas e famílias desalojadas. Até as 20h de terça, 23 casas e 85 pessoas foram atingidas. Esta quarta-feira (21), a previsão da Apac para o Agreste é de chuva fraca a moderada entre a tarde e a noite.

Segundo a Prefeitura de Bezerros, não houve danos a prédios públicos. Já o Hospital Jesus Pequenino (que pertence a uma fundação e à rede privada), localizado no bairro do Retiro, teve parte do estacionamento inundado. O bairro de Irmã Júlia foi um dos mais atingidos e, de acordo com a prefeitura, “a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos encaminhou (ao hospital) uma equipe de assistentes sociais onde farão levantamento dos prejuízos junto as famílias”. “Será providenciada alimentação para quem ficou impedido de entrar em casa e já se sabe que ninguém ficará na rua hoje. Todos foram deslocados para casa de parentes”, informou a gestão, por nota.

No Laboratório de Análises Clínicas do município a rotina foi suspensa. Por causa da água que escorria pelas paredes e vazava pelas tomadas, os aparelhos foram desligados. O teto de gesso da recepção da unidade ficou danificado.

Leia também:
Chuvas causam acidente e transbordamento de rio no Agreste de Pernambuco
Criança morre após se afogar em bueiro, em Toritama

No município de Sairé, também no Agreste, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou o transbordamento do rio Ipojuca e registrou um acidente com vítima fatal. Um carro, por volta das 14h15 de ontem, no km 94 da BR-232, saiu da pista e colidiu contra uma parada de ônibus. Uma das passageiras faleceu na hora.

Zona da Mata
A Câmara de Vereadores de Nazaré da Mata teve as atividades suspensas ontem, também por causa das chuvas. Segundo a presidente da Câmara, a vereadora Maristela Maribel, houve pane elétrica. “Se continuar chovendo, vamos programar para repor a sessão na próxima segunda-feira”, disse. A água infiltrou a agência do Banco do Brasil, localizada no centro da cidade. Segundo a assessoria de imprensa do banco, a manutenção garante a abertura da agência normalmente hoje.

No Cabo de Santo Agostinho houve o registro de quatro famílias desalojadas, que estão em casas de parentes, sendo duas do bairro da Charneca e duas do São Francisco.

RMR e Sertão
No Recife, as chuvas ficaram mais concentradas no bairro do Pina, na Zona Sul, segundo a Apac, registrando precipitação de 25 mm.

Em Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Paulista também choveu: 4 mm, 8 mm e 11 mm, respectivamente.

No Sertão do Estado, também segundo a Agência, choveu e há previsão de chuva isolada, de fraca a moderada.

Veja também

Professora da Unicap é acusada de racismo
Racismo

Professora da Unicap é acusada de racismo

Homem é condenado a pagar 15 salários mínimos por maltratar cães em MG
animais

Homem é condenado a pagar 15 salários mínimos por maltratar cães em MG