CHUVAS

Ciclista morre no túnel Felipe Camarão, no Recife, que foi interditado por alagamento

Há suspeita de que o homem tenha sofrido uma descarga elétrica

Corpo foi retirado pelos bombeirosCorpo foi retirado pelos bombeiros - Foto: Reprodução

Um ciclista de 41 anos morreu, na manhã desta terça-feira (27), no túnel Felipe Camarão, localizado no bairro do Jordão, na Zona Sul do Recife, que está alagado e interditado

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado para retirar o corpo do local. Há suspeita de que o homem tenha sofrido uma descarga elétrica, mas a causa da morte será esclarecida por perícia.

"Uma vítima, de sexo masculino, foi retirada por nossa equipe de salvamento e deixada sob a guarda de uma equipe da Polícia Militar", disse a corporação.

O túnel foi fechado devido a um ponto alagamento causado pelas chuvas - a capital pernambucana está em estágio de alerta e suspendeu aulas presenciais na rede municipal.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) informou sobre a interdição às 6h39. Agentes estão no local. 

"A Prefeitura do Recife informa que o túnel Felipe Camarão foi interditado pela CTTU para o tráfego de veículos à 0h20 desta terça (27). Vale destacar que o túnel é gerenciado pelo Governo do Estado e que o óbito será esclarecido pelos órgãos competentes", disse a gestão municipal.

O equipamento é de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Por meio de nota, o órgão informou que o acumulado de água ocorre devido a "ação de vandalismo que atingiu todo o sistema elétrico e as bombas hidráulicas responsáveis por drenar as águas pluviais das pistas do túnel".

O DER lamentou o ocorrido e disse que já providenciou a contratação emergencial de novas bombas para o local.

A Neoenergia também esteve no local e afirmou que, apesar de o túnel não estar sob responsabilidade da empresa, fez uma primeira avaliação e não identificou nenhum vazamento de corrente. A distribuidora informou, ainda, que o médico legista que fazia a análise do caso liberou a equipe por não identificar relação com a concessionária de energia.

Em agosto de 2022 uma mulher de 81 anos morreu afogada após entrar com o carro no Túnel Felipe Camarão. Na ocasião, o local estava alagado devido às chuvas.

“Túnel da Morte”

O motorista de aplicativo José Luciano Martins, de 43 anos, morador do bairro do Jordão, classificou a nova morte ocorrida no local como negligência do poder público.

“A gente perdeu mais uma vida. Teve uma mulher que faleceu quando desceu no carro e o túnel estava alagado. Não tinha sinalização, era muita chuva e a visibilidade também estava muito ruim. É o “Túnel da Morte”. Eu acho que o Jordão agora tem uma referência: é o  “Túnel da Morte”. É a segunda vítima fatal aqui”, desabafou.

“As pessoas responsáveis não estão tomando atitude para resolver esse problema, que já vem se agravando há muito tempo, e matando gente, matando vítimas. A gente quer que o governo venha dar uma solução para esse túnel. Alguém tem que se posicionar porque isso é uma vergonha, uma negligência dessa e ninguém se posiciona”, completou. 

Veja também

Hamas deixaria armas de lado se fosse estabelecido Estado palestino, diz oficial do grupo
guerra no oriente médio

Hamas deixaria armas de lado se fosse estabelecido Estado palestino, diz oficial do grupo

ATACMS: Ucrânia começa a usar contra a Rússia mísseis de longo alcance enviados "secretamente" pelos
GUERRA

ATACMS: Ucrânia começa a usar contra a Rússia mísseis de longo alcance enviados "secretamente" pelos

Newsletter