Cinco shows imperdíveis no Rec-Beat 2017

Sons latinos e músicos da terra dividem o palco do festival

Jards Macalé, ícone da música popular brasileira, é a grande atração do Rec-Beat 2017Jards Macalé, ícone da música popular brasileira, é a grande atração do Rec-Beat 2017 - Foto: Divulgação

O Rec-Beat chega à sua 22ª edição consolidado como o palco mais alternativo da folia pernambucana, numa verdadeira celebração da diversidade musical através de diferentes linguagens, experimentações sonoras e inovações estéticas. O site Roberta Jungmann listou cinco shows imperdíveis na programação do festival, que começa no sábado (25) e segue até a terça (28), tudo gratuitamente. 

1º - Jards Macalé, ícone da música popular brasileira, é a grande atração do Rec-Beat 2017. Vem ao Recife para comemorar 50 anos de carreira, em um show que traz sucessos como "Vapor Barato", "Movimento dos Barcos" e também novidades como a trilha que fez para "Big Jato", mais recente longa de Cláudio Assis.

2º - Rashid, outro destaque do lineup este ano, é um dos nomes mais conhecidos do rap brasileiro atual e traz ao palco do festival o show de "A Coragem da Luz", seu novo disco. O músico e compositor é parte da renovação da música pop feita no Brasil e bebe em diversas fontes de inspiração, do rap ao soul.

3º - Los Pirañas é uma banda revelação da Colômbia, que faz um som dançante com referências de brega romântico e rock dos anos 1960 e 1970. A América do Sul, aliás, sempre muito bem representada no palco do Rec-Beat. 

As Bahias e a Cozinha Mineira, combo que trabalha o soul e o pop com destaque para o poder vocal de suas integrantes

Foto: As Bahias e a Cozinha Mineira, combo que trabalha o soul e o pop com destaque para o poder vocal de suas integrantes
Créditos: Divulgação 

 

4º - As Bahias e a Cozinha Mineira, combo que trabalha o soul e o pop com destaque para o poder vocal de suas integrantes. A dupla de vocalistas trans e banda trazem letras que espantam males da homofobia, machismo e evidenciam questões importantes de representatividade.

La Dame Blanche, cantora cubana com formação em jazz que promove uma união entre o som tradicional da ilha caribenha com rap

Foto: La Dame Blanche, cantora cubana com formação em jazz que promove uma união entre o som tradicional da ilha caribenha com rap
Créditos: Divulgação 

5º - La Dame Blanche, cantora cubana com formação em jazz que promove uma união entre o som tradicional da ilha caribenha com rap, ragga e rock. Blanche é um verdadeiro símbolo da atual efervescência cultural que vive a ilha atualmente, com as constantes revoluções após o fim do embargo norte-americano.

PROGRAMAÇÃO REC-BEAT 2017

Sábado, dia 25/02/17
20h - DJ Rimas.INC (PE)**
21h - The Baggios (SE)
22h - Seu Pereira e Coletivo 401 (PB)
23h10 - O Terno (SP)
00h30 - ÀTTØØXXÁ (BA)


Domingo, dia 26/02/17
15h - Recbitinho: Cordel Animado e Cia Fátima Freitas (Frevo)*
19h30 - Dj Gustavo Pontual (PE)**
20h - Marsa (PE)
21h - Craca e Dani Nega (SP)
22h - Negros de Harvar (Chile)
23h10 - Rashid (SP)
00h30 - Morbo Y Mambo (Argentina)

Segunda, dia 27/02/17
15h - Recbitinho: Cordel Animado e Cia Fátima Freitas (Caboclinho)*
19h30 - Dj Guilherme Gatis (PE)**
20h - Dez Mona (Bélgica)
21h - Vitor Araújo (PE)
22h - La Dame Blanche (Cuba)
23h10 - As Bahias e a Cozinha Mineira (SP)
00h30 - Los Pirañas (Colombia)

Terça, dia 28/02/17
15h - Recbitinho: Cordel Animado e Cia Fátima Freitas (Pierrô e Colombina)*
16h - Recbitinho: Bandalelê e bloco Balança Rolhinha*
19h30 - DJ Bernardo Pinheiro (PA)**
20h - Flaira Ferro & Wassab (PE)
21h - Quartabê (SP)
22h - Teto Preto (SP)
23h10 - Inna Modja (Mali)
00h30 - Jards Macalé (RJ) 

Veja também

Navegue na edição digital da Folha Mais deste fim de semana
Impresso

Navegue na edição digital da Folha Mais deste fim de semana

Além da preparação para provas, Enem vai exigir medidas de prevenção contra o novo coronavírus
Enem

Além da preparação para provas, Enem vai exigir medidas de prevenção contra o novo coronavírus