Circuito interno pode elucidar morte de bebê em creche do Ipsep

As imagens das câmeras da creche Uni Infantil, onde uma porta caiu sobre a criança, já estão com a polícia

Orquestra das Pás Orquestra das Pás  - Foto: Divulgação

A polícia teve acesso às imagens do circuito interno de videomonitoramento da creche Uni Infantil, no bairro do Ipsep, Zona Sul do Recife, onde um bebê de um ano e meio morreu atingido por uma porta de vidro. A gravação será usada pela investigação para entender como ocorreu o acidente que tirou a vida do pequeno Luiz Otávio Santos de Aquino. “Nas imagens, é possível constatar que a porta cai em cima da vítima no momento em que o equipamento é aberto. Havia outras crianças no momento do fato. Ela (vítima) sofreu dois impactos. Um quando a porta atingiu sua cabeça e outro quando ela bate a cabeça no chão, já desmaiada”, explicou o delegado Ademir de Oliveira, do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA).

Além das imagens, os laudos periciais e de necropsia no corpo do bebê também serão peças-chave para a elucidação do caso. Os fatores foram elencados pelo delegado. “Já demos passos importantes na investigação. Na semana que vem iremos iniciar as ouvidas do pai da vítima, funcionários da creche e o proprietário da unidade. Mas, as pericias são fundamentais para auxiliar na conclusão do inquérito”, destacou Ademir.

Ainda segundo o delegado, foi encaminhado para o IC um ofício com sete quesitos a serem respondidos pelos peritos. Os especialistas deverão contar como foi feita a instalação da porta, se o material usado era adequado, se o peso do equipamento era o correto, entre outras indagações. “Além disso, também queremos saber do IC se o acidente poderia ter sido evitado. Isso é importantíssimo para a investigação”, comentou. Luiz Otávio morreu no Hospital da Restauração (HR), na última quinta-feira.

Veja também

Polícia indicia suspeito de matar Marielle por tráfico de armas
Investigação

Polícia indicia suspeito de matar Marielle por tráfico de armas

Fome se agrava no mundo e perspectivas para 2020 são sombrias, diz ONU
ONU

Fome se agrava no mundo e perspectivas para 2020 são sombrias, diz ONU