Justiça

CNJ assina acordo para ampliar transparência de dados sobre salários

Cooperação entre conselho e ONG terá validade de dois anos

CNJ, Conselho Nacional de JustiçaCNJ, Conselho Nacional de Justiça - Foto: Gil Ferreira/CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a organização não governamental (ONG) Transparência Brasil assinaram hoje (4) um acordo para aumentar a transparência na divulgação de dados sobre os salários dos membros do Poder Judiciário. A cerimônia de assinatura foi realizada durante sessão de conselho. 

De acordo com o CNJ, o acordo vai possibilitar maior acesso aos dados para combater a divulgação de informações falsas (fake news) sobre as remunerações, que causam desinformação sobre os valores recebidos por magistrados e servidores. 

Para o presidente do conselho, ministro Luiz Fux, a medida permitirá maior participação social, por meio da prestação de contas pelo sistema de remunerações. "Por meio da parceria de hoje, o CNJ, no exercício de suas atribuições constitucionais, definirá normas e prestações de contas de remunerações, vantagens e de outras verbas do Poder Judiciário, bem como a fiscalização acerca do cumprimento dessas regras”, afirmou. 

A cooperação entre o CNJ e a Transparência Brasil terá validade de dois anos. 

Veja também

Registro de chuvas acima da média histórica aumenta níveis de barragens da RMR
Água

Registro de chuvas acima da média histórica aumenta níveis de barragens da RMR

Tirar a máscara ou mantê-la? A confusão reina nos Estados Unidos
Polêmica

Tirar a máscara ou mantê-la? A confusão reina nos EUA