MADALENA

Colisão entre carro e caminhão na Zona Oeste do Recife mata duas pessoas

Vítimas ficaram presas entre as ferragens. Samu e Bombeiros foram ao local

Com a colisão, o veículo ficou sem o tetoCom a colisão, o veículo ficou sem o teto - Foto: Reprodução/TV Guararapes

Dois ocupantes de um carro de passeio, um homem de 39 anos e uma mulher ainda não identificada, morreram, na madrugada desta segunda-feira (4), após uma colisão do veículo com um caminhão, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife. O carro foi pressionado contra uma árvore

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 3h para a ocorrência, no cruzamento da avenida José Osório com a rua Visconde de Albuquerque. Duas equipes da corporação foram enviadas para retirar os corpos das vítimas das ferragens

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) enviou equipe às 2h51 e atendeu o motorista do caminhão, que foi posteriormente transferido para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife. 

Imagens no local do acidente mostram o carro de passeio completamente destruído. Ainda não se sabem as circunstâncias da batida, que serão investigadas pela Polícia Civil. 

O caminhão é de uma empresa terceirizada de coleta que presta serviços para a Prefeitura do Recife. Em nota, a Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) lamentou o ocorrido e informou que a empresa "já foi acionada para as tratativas referentes ao acidente junto às autoridades responsáveis pela investigação do caso". "O condutor do caminhão foi socorrido e passa bem", completou a prefeitura.

Segundo a assessoria do Hospital da Restauração (HR), o motorista do caminhão está internado, recebendo os cuidados necessários, passando por avaliações e está estável.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) enviou equipe ao local. O trânsito ficou complicado e um trecho precisou ser interditado. 

Por meio de nota, a Polícia Civil de Pernambuco informa que registrou, por meio da Central de Plantões da Capital (Ceplanc), "um acidente de trânsito com vítima fatal". "As investigações seguem até o esclarecimento do caso", disse a corporação.

Remoção dos destroços do acidente (Foto: Júnior Soares / Folha de Pernambuco)

A artesã Adriana Alencar, de 40 anos, que mora em um edifício que fica no cruzamento onde aconteceu o acidente, conversou com a reportagem da Folha de Pernambuco e revelou detalhes do ocorrido.

"Eu escutei um barulho muito forte. Quando eu olhei a janela, vi a colisão do caminhão e, a princípio, pela janela não dava para ver o carro. Quando desci, eu vi o veículo vermelho, e fiquei apreensiva. Eu falei com o motorista [do caminhão], que disse estar em baixa velocidade quando passava pela faixa de pedestre. Ele disse ainda que observou o sinal, que estava amarelo, e decidiu passar. Foi aí que aconteceu o acidente", explicou a artesã.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Folha de Pernambuco (@folhape)

 

Veja também

Israel aprofunda ataques no Líbano e Hezbollah responde com dezenas de foguetes
GUERRA

Israel aprofunda ataques no Líbano e Hezbollah responde com dezenas de foguetes

Macron afirma que o envio de tropas ocidentais à Ucrânia no futuro "não pode ser excluído"
França

Macron afirma que o envio de tropas ocidentais à Ucrânia no futuro "não pode ser excluído"