TRÂNSITO

Colisão entre ônibus e BRT na PE-15 deixa feridos em Olinda

Acidente na PE-15 entre um ônibus e um BRTAcidente na PE-15 entre um ônibus e um BRT - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Uma colisão frontal entre um ônibus e um BRT, na manhã desta segunda-feira (29), na PE-15, em Olinda, deixou pelo menos 12 feridos, incluindo os dois motoristas.

A batida ocorreu pouco depois das 6h na faixa exclusiva de ônibus, no bairro de Cidade Tabajara.

O BRT, que fazia a linha TI Pelópidas/PCR, transitava no sentido Paulista e o ônibus, da linha TI Pelópidas/Conde da Boa Vista, estava no sentido Recife da rodovia. 

Para o local, foram enviadas viaturas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O Samu resgatou oito vítimas, sendo seis mulheres, dois homens e uma de sexo não informado.

Seis das vítimas, sendo cinco mulheres e um homem, forma socorridos para a UPA de Olinda. Uma outra mulher foi encaminhada para um hospital particular na Ilha do Leite, na área central do Recife. Já a vítima de sexo não informado foi levada para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife.

O Corpo de Bombeiros resgatou outras quatro vítimas. Duas foram levadas para a UPA de Olinda. As outras duas foram socorridas para um outro hospital particular no bairro do Derby, área central da capital pernambucana. 

Por meio de nota, o Conorte, consórcio de ônibus responsável pelas duas linhas envolvidas no acidente, lamentou o caso. As causas da colisão vão ser apuradas, segundo a empresa.

"De imediato, equipes de apoio operacional e gerencial do Conorte se deslocaram ao local para prestar assistência às vitimas e operadores", informou o consórcio.

Veja também

Biden pede renúncia de governador de Nova York por acusações de assédio sexual
Estados Unidos

Biden pede renúncia de governador de Nova York por acusações de assédio sexual

Estudo chileno indica que CoronaVac e Pfizer perdem eficácia para Covid sintomática
Vacina

Estudo chileno indica que CoronaVac e Pfizer perdem eficácia para Covid sintomática