A-A+

Com a corda no pescoço, Argentina pega o Catar

Alviceleste, liderada por Messi e Agüero, aposta todas as fichas na classificação

Craque argentino, Lionel MessiCraque argentino, Lionel Messi - Foto: Juan Mabromata/AFP

Uma das grandes favoritas ao título da Copa América 2019 joga todas as suas fichas neste domingo. Com uma derrota diante da Colômbia, na estreia, e um empate contra o Paraguai, a Argentina, bicampeã mundial e segunda maior vencedora da história do torneio continental, com 14 conquistas, não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória diante do Catar, neste domingo, para continuar viva na competição e carimbar o passaporte para as quartas de final. O duelo terá a Arena do Grêmio como palco e começará às 16h. A Alviceleste tem apenas um ponto ganho e ocupa a lanterna do Grupo B, por isso um novo um empate deixaria o time na mesma posição, com os mesmos dois pontos de Catar e Paraguai - que no mesmo dia e horário enfrenta a já classificada Colômbia, em Salvador -, mas sendo eliminado nos critérios de desempate.

Leia também:
Lionel Messi diz que camisa já não ganha mais jogo  
Copa América: Argentina perde por 2x0 para Colômbia
Messi refuta favoritismo da Argentina na Copa América
Mais calmo do que em 2018, Messi sorri e acredita em melhora

Temendo o que pode ser um dos maiores vexames da história do futebol argentino, o técnico Lionel Scaloni fechou os últimos treinamentos e fez mistério sobre a escalação diante do Catar. Grande parte dos holofotes estará voltada também para o craque Lionel Messi, que pode fazer a sua última partida com a camisa argentina. Isso porque o atacante do Barcelona já anunciou duas vezes que estava deixando a seleção do seu país. O primeiro "adeus" aconteceu na derrota para o Chile na final da Copa América Centenário, em 2016. Já o segundo foi ainda no ano passado, na eliminação para a França nas oitavas de final da Copa do Mundo, na Rússia.

Do lado do Catar, as únicas certezas são que Hassan e Madibo estão suspensos pelo segundo cartão amarelo e são baixas certas. O técnico Félix Sánchez Bas não antecipou os substitutos.

Veja também

Comissão de Justiça da Alepe aprova obrigatoriedade de vacinação para servidores estaduais
Coronavírus

Comissão da Alepe aprova obrigatoriedade de vacinação para servidores estaduais

Começa julgamento de consultoria alemã por queda da barragem de Brumadinho
Brumadinho

Começa julgamento de consultoria alemã por queda da barragem de Brumadinho