Com a volta às aulas, CTTU orienta motoristas sobre o que muda no trânsito

A Operação Volta às Aulas conta com mais de 80 guardas de trânsito e integrantes da Trupe da CTTU

Ação da CTTU de volta às aulas. Ação da CTTU de volta às aulas.  - Foto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco

O fim das férias escolares representa, para os recifenses, um trânsito mais intenso nas principais vias da cidade. A volta às aulas traz um aumento de, em média, 250 mil veículos de volta às ruas. Para tentar amenizar os transtornos causados pelo trânsito da volta às aulas, a CTTU colocou nas ruas equipes para agir na conscientização dos condutores.

Leia também:
CTTU usa painel móvel para educação no trânsito
CTTU destaca a importância das cadeirinhas infantis


A Operação Volta às Aulas conta com mais de 80 guardas de trânsito e integrantes da Trupe da CTTU, grupo de educadores que usa a arte para conscientizar os motoristas. Entre as ações realizadas estão a distribuição de materiais informativos, a realização de intervenções artísticas e as orientações dos guardas da CTTU. Entre as ruas que recebem as atividades estão as avenidas Rui Barbosa, João de Barros, Dr. José Rufino e a rua Antônio Passos, no bairro de Boa Viagem.

De acordo com Francisco Irineu, pedagogo da divisão de educação da CTTU, o período de volta às aulas exige uma atenção especial por parte dos condutores. “É importante lembrar a todos sobre a importância de se respeitar as leis de trânsito, tendo um cuidado especial no embarque e no desembarque dos alunos, já que o fluxo de veículos aumenta muito nesse período”, disse o pedagogo.

“Respeitar as leis de trânsito é questão de cidadania, de poder ajudar a ter uma convivência melhor na nossa cidade”, afirmou Irineu.

Para evitar preocupações, Irineu também orienta que os responsáveis fiquem atentos aos horários: “É preciso que haja um planejamento para evitar a correria e seguir as orientações, principalmente onde houve alterações no fluxo”. Em Boa Viagem, as ruas José Moreira Leal, José Paraíso, Antônio Passos e Líbia Castro Assis, que antes eram de mão dupla, agora têm um único sentido de circulação.

O engenheiro Joab Martins, 38, foi de carro levar o filho na escola, que fica em uma das ruas que sofreram alterações, e aprovou as mudanças feitas no trânsito: “A gente tinha muitos problemas aqui no passado porque ficava tudo engarrafado, quando tinha dois sentidos. Agora a gente espera que melhore.”

Os estudantes e responsáveis também aprovaram as ações da Trupe da CTTU, que orientava os pedestres a usar a faixa de pedestres e os condutores a não parar em mão dupla, entre outras orientações. A universitária Naiara Pimentel, 29, levou o filho e o sobrinho para o colégio e aprovou as ações da Trupe da CTTU. “É importante, as orientações têm que ser dinâmicas. Chama atenção do motorista, dos pedestres e das crianças, que também aprendem”.

Veja também

Bolívia propõe perdão da dívida externa diante da crise
Coronavírus

Bolívia propõe perdão da dívida externa diante da crise

Governo federal investe em nova fábrica de vacinas da Fiocruz

Governo federal investe em nova fábrica de vacinas da Fiocruz