Com chuva pela manhã e à noite é a previsão para o Grande Recife nesta quinta-feira

Já o Sertão de Pernambuco registra a maior temperatura do Estado, com 35ºC

Tempo nublado no Centro do RecifeTempo nublado no Centro do Recife - Foto: Alfeu Tavares / Arquivo Folha

A previsão do tempo desta quinta-feira (5) divulgada pela Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) prevê céu nublado com chuva rápida de intensidade fraca na manhã e à noite, na Região Metropolitana do Recife. A temperatura máxima pode atingir a máxima de 28° C e mínima de 22° C.

Nas regiões da Zona da Mata Norte e Sul, a tendência é que a previsão seja a mesma que a da Região Metropolitana do Recife. Com temperatura máxima chegando aos 29°C.

Já no Sertão de Pernambuco é esperado tempo nublado, mas sem previsão de chuva. O que chama a atenção é a temperatura máxima da região que pode alcançar os 35°C, registrando a maior temperatura de Pernambuco.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada nas primeiras horas da manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura(ºC): Estável
Máxima: 28º Mínima: 22º

Mata Norte
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada nas primeiras horas da manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura(ºC): Estável
Máxima: 29º Mínima: 21º

Mata Sul
Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada nas primeiras horas da manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura(ºC): Estável
Máxima: 29º Mínima: 22º

Agreste
Nublado a parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada ao longo do dia com intensidade fraca.
Temperatura(ºC): Estável
Máxima: 30º Mínima: 18º

Sertão de Pernambuco
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura(ºC): Estável
Máxima: 35º Mínima: 19º

Sertão de São Francisco
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura(ºC): Estável
Máxima: 34º Mínima: 21º

Veja também

Depois de 652 dias, Bélgica consegue formar um governo
internacional

Depois de 652 dias, Bélgica consegue formar um governo

Em um ano, pobreza na Argentina sobe e passa a atingir 18,5 milhões de pessoas
internacional

Em um ano, pobreza na Argentina sobe e passa a atingir 18,5 milhões de pessoas