PERNAMBUCO

Com doação a partir de R$ 2 na conta de luz, consumidor poderá contribuir com Movimento Pró-Criança

Nesta terça-feira (26), a entidade lançou uma nova versão do Programa Clarear

Conta do Bem, do programa ClarearConta do Bem, do programa Clarear - Foto: Melissa Fernandes/Folha de Pernambuco

Com o objetivo de ampliar o número de famílias assistidas, o Movimento Pró-Criança, ligado à Igreja Católica, lançou, na manhã desta terça-feira (26), uma nova versão do Programa Clarear, que permite aos clientes da Neoenergia Pernambuco realizarem doações mensais à instituição, a partir do valor de R$2, diretamente incluso na conta de energia elétrica.

Além do Pró-Criança, a Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), a Organização do Auxílio Fraterno (OAF) e a Pastoral da Criança também são beneficiadas com o programa. Juntas atendem, anualmente, mais de 20 mil famílias.

Adesão ao Programa Clarear

O consumidor pode fazer a adesão ao programa através do site: https://www.movimentoprocrianca.org.br/clarear ou no Call Center (0800-031-8989).

Segundo Priscilla Primo, analista da área Institucional da Neoenergia Pernambuco, ao fazer o cadastro, o consumidor recebe o acréscimo referente a doação na fatura seguinte da conta de energia. A empresa apoia há 17 anos as instituições arrecadando recursos por meio da conta de energia.

“O cliente faz a adesão fornecendo o número da Conta Contrato, os dados do titular e o valor que pretende doar. No faturamento seguinte, ele vai receber a conta de energia com o valor que ele fez a doação adicionado e após o pagamento dessa fatura a pessoa faz a doação para o movimento e a Neoenergia faz o repasse na sequência”, explicou Priscilla.

Importância do programa

De acordo com o Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, o programa possibilita que um maior público possa contribuir com a entidade.

“Graças a Deus as pessoas têm sensibilidade para um projeto social de uma grandeza impressionante, especialmente porque beneficia crianças carentes. É um meio muito fácil de se ajudar, através da conta de luz ou da conta de água, você pode dar uma pequena contribuição que somando, você vai estar ajudando as famílias do Pró-Criança, e de outras instituições semelhantes, como a Organização de Auxílio Fraterno do Recife (OAF) e a Pastoral da Criança", destacou Dom Fernando.

"Com esse lançamento, queremos retomar nosso compromisso com esse trabalho e também incentivar às pessoas que continuem doando e que façam a adesão do projeto para que possamos oferecer ainda para as crianças o que eles precisam para terem uma vida cidadã”, complementou. 

Para o diretor-presidente do Movimento Pró-Criança, Paulo José Barbosa, as contribuições repassadas pela Neoenergia Pernambuco e pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) são de extrema necessidade para a entidade.

"Os recursos que a Neoenergia Pernambuco arrecada chegam a 50% do orçamento do Pró-Criança e os da Compesa são mais 25%. As duas cumprem uma importante função de arrecadar recursos para essas instituições. Com o programa, a finalidade é levar ações socioeducativas para crianças e adolescentes da Região Metropolitana do Recife", pontuou o diretor-presidente.

"É uma contribuição fantástica, expressiva e que a gente quer ampliar um pouco mais, porque nós temos novos desafios com o final de uma pandemia que está obrigando, ainda, termos mais capacidade de trabalho para atender as necessidades dessa população. Estamos com a campanha na rua através de outdoors, cartazes, tudo na busca por mais doadores”, acrescentou. 

Mudança de vida

O educador Maykon Assunção de 28 anos, começou a sua jornada no Pró-Criança ainda como aluno aos 7 anos de idade. Atualmente, Maykon atua há 10 anos na instituição e busca transmitir aos jovens aquilo que foi passado a ele na infância.

“Eu sou morador da Comunidade dos Coelhos e fui atendido desde os 7 anos. Participei de várias atividades e tive a oportunidade de retornar à instituição como voluntário e hoje sou educador. Ontem eu fui atendido e hoje eu ajudo os jovens a se transformarem, a buscarem a perspectiva do mercado de trabalho”, pontuou.

“Eu acredito que o Movimento Pró-Criança foi fundamental para facilitar essa questão de perspectiva de futuro positivo. A entidade entrou como ferramenta principal me norteando e me orientando. Eu consegui vislumbrar possibilidades a partir do contato com a instituição e com os profissionais que existiam na época que eu fui atendido", explicou o educador.

"Existem possibilidades, a gente precisa buscar apoio. As instituições são a primeira possibilidade que nós temos dentro das comunidades que dão esse suporte, esse amparo e o mais importante, o acolhimento”, acrescentou. 

Participantes da cerimônia

Também estavam presentes na cerimônia de lançamento o representante do Conselho Consultivo da entidade, Diácono Antão Marcelo Cavalcanti; a diretora de desenvolvimento e sustentabilidade da Compesa, Camila Godoy; a presidente da OAF, Elizabete Borges; o consultor de marketing do Movimento Pró-Criança, Inaldo Cunha; a voluntária da Pastoral da Criança, Ângela Bezerra e Helen Lúcia, do setor jurídico da ABCC.

Movimento Pró-Criança

Com 28 anos de história, o Movimento Pró-Criança já atendeu cerca de 40 mil pessoas por meio da educação complemetar. Com a meta de aumentar em pelo menos 20% o quantitativo de alunos por ano nas três unidades, a ONG está iniciando um plano de investimento, dois deles no Recife. A entidade possui três unidades: bairro dos Coelhos, no Recife; bairro do Recife Antigo e Piedade, no município de Jaboatão dos Guararapes.

A entidade tem como intuito minimizar as dificuldades vivenciadas pelos jovens carentes da Região Metropolitana do Recife através de trabalhos sociais. A instituição promove Atividades Educacionais como artes plásticas e visuais, ballet, judô, canto coral, orquestra e percussão, além de inclusão digital; Atividades Complementares como catequese, evangelização, grupos operativos e letramento e Atividades Psicossociais que englobam encontros com a família, comunidade em foco e o Projeto Mãos de Mães.

Veja também

Resolução detalha avaliação psicológica para porte de armaPorte de arma

Resolução detalha avaliação psicológica para porte de arma

 Prazo para pagamento da taxa de inscrição do exame Revalida termina nesta quarta-feira (26)Oportunidade

Prazo para pagamento da taxa de inscrição do exame Revalida termina nesta quarta-feira (26)