Santa Catarina

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha em desabamento de muro

O prefeito pediu às pessoas que "ao sinal de qualquer perigo" que abandonem as suas residências "temos abrigo e hotel", garantiu o prefeito

Chuvas em Florianópolis, Santa CatarinaChuvas em Florianópolis, Santa Catarina - Foto: Guarda Municipal de Florianópolis/Divul

Duas pessoas morreram após um deslizamento de terra e desabamento de um muro neste domingo (24), em Florianópolis (SC). A cidade sofre com forte chuva, alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de córregos.

O prefeito Gean Loureiro (DEM) informou as mortes das duas pessoas, no Saco Grande, por meio das redes sociais. Segundo o prefeito, as vítimas eram mãe e filha. O prefeito pediu às pessoas que "ao sinal de qualquer perigo" que abandonem as suas residências "temos abrigo e hotel", garantiu o prefeito.

Neste domingo, Loureiro se reuniu com equipes da prefeitura na Defesa Civil Municipal para definir ações das próximas horas. O prefeito informou que pretende decretar situação de emergência ainda neste domingo. A prefeitura contabiliza mais de 30 registros devido às chuvas.

 

"Essa chuva nos preocupa porque com a semana inteira de chuva, o solo está encharcado e a chance de deslizamento é muito alta. Temos mais de 30 registros. Infelizmente, um dos registros na região do Saco Grande levou a dois óbitos. Nós estamos trabalhando para orientar toda população. Se tiver qualquer situação de poste inclinado, árvore inclinada, rachaduras na parede avisem imediatamente a Defesa Civil no telefone 199", disse o prefeito em vídeo nas suas redes sociais.

Um abrigo provisório, para atender pelo menos 50 pessoas, foi montado na Passarela do Samba. De acordo com a prefeitura, 250 profissionais fazem a limpeza das ruas, desentupimentos e outras ações pela cidade. A expectativa é que a chuva ainda perdure até a próxima terça-feira (26).

Veja também

Pernambuco inaugura 23 novos leitos de UTI para infectados
COVID-19

Pernambuco inaugura 23 novos leitos de UTI para infectados

Governador do Pará provoca aglomeração na abertura da pesca de peixe amazônico
Helder Barbalho

Governador do Pará provoca aglomeração na abertura da pesca de peixe amazônico