RECIFE

Com investimento de R$ 3,4 milhões, Recife lança licitação para construir Arrecifes da Cidadania

Equipamento será instalado na Comunidade do Bem, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul da cidade, com oferta serviços para a população

Projeto do primeiro Arrecifes da Cidadania do RecifeProjeto do primeiro Arrecifes da Cidadania do Recife - Foto: Divulgação/PCR

A Prefeitura do Recife publicou, no Diário Oficial no último sábado (20), o edital de licitação para a construção do primeiro Arrecifes da Cidadania da capital.

Com um investimento total de R$ 3,4 milhões, o equipamento será instalado na Comunidade do Bem, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul da cidade, para funcionar como um "espaço integrado com o objetivo de promover o diálogo contínuo e a escuta da população", afirmou a gestão.

O processo licitatório está previsto para durar cerca de 90 dias, período no qual empresas interessadas deverão enviar projetos de construção e orçamento para a Prefeitura do Recife. Após a escolha, a construtora terá oito meses para concluir as obras.

“Ao conectar processos de escuta e diálogo contínuos com a população, o Arrecifes da Cidadania se torna um verdadeiro instrumento de empoderamento comunitário. O equipamento será um espaço onde as vozes da comunidade serão ouvidas e as necessidades acolhidas”, destacou a chefe do Gabinete de Projetos Especiais, órgão responsável pelas obras, Cinthia Mello.

Serviços para a população
O Arrecifes da Cidadania tem como diretriz principal oferecer serviços de diversas esferas para a população. No local, segundo a gestão, será possível acessar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), o Núcleo Municipal de Prevenção e Mediação de Conflitos Comunitária, além do projeto Geração Juventudes. Eles são realizados, respectivamente, pelas secretarias executivas da Assistências Social, de Direitos Humanos e de Juventude.

Projetos na Comunidade do Bem
No local, também está prevista a construção de uma Unidade de Saúde da Família (USF), com investimento total de R$ 8,3 milhões

Outro objetivo é fornecer acesso à educação infantil de 100% das crianças de zero até cinco anos que moram na Comunidade do Bem. Para isso, a gestão revelou o projeto de construir uma creche com capacidade para atender até 246 meninos e meninas em turnos parciais, com quatro horas de atendimento, e integral, com sete horas. A estrutura física do local vai contar com salas de aula, multiuso, lactário, berçário, lavanderia, refeitório e mini-campo.

Também está em licitação o projeto de urbanização da área, que contará com obras de infraestrutura como, por exemplo, a implantação de rede de saneamento - água e esgoto. Outro projeto deve buscar a pavimentação, drenagem e iluminação pública da comunidade. 

“O ProMorar Recife é crucial para promover o acesso à moradia digna. As obras têm o objetivo de melhorar a qualidade de vida e reduzir as desigualdades urbanas na cidade”, explicou o chefe do gabinete do programa, João Charamba

Veja também

Quem é Aimee Betro, norte-americana foragida acusada de ser assassina de aluguel no Reino Unido
crimes

Quem é Aimee Betro, norte-americana foragida acusada de ser assassina de aluguel no Reino Unido

Mulher acolhe animais de pessoas que morreram e precisa de ajuda para continuar alimentando pets
Folha Pet

Mulher acolhe animais de pessoas que morreram e precisa de ajuda para continuar alimentando pets

Newsletter