Com metrô paralisado, passageiros sofrem na volta para casa

O ramal Camaragibe da Linha Centro do Metrô do Recife, que está paralisado desde a segunda-feira (26)

Movimentação no TI Camaragibe devido a paralisação do Metrô na manha desta terça-feira (27)Movimentação no TI Camaragibe devido a paralisação do Metrô na manha desta terça-feira (27) - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A volta para casa nesta terça-feira (27) está complicada para os usuários do ramal Camaragibe da Linha Centro do Metrô do Recife, que está paralisado desde a segunda-feira (26). Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), após inspeção da equipe de manutenção foi verificado que uma rede de pesca foi jogada em cima do trem envolvido na quebra da rede aérea, possivelmente num ato de vandalismo. Não há previsão para normalização do serviço.

"A rede enroscou no pantógrafo, equipamento que liga o trem à rede aérea, causando um curto de grandes proporções que cortou o cabo da catenária (rede aérea) e abriu um buraco na parte superior da composição, conforme fotos em anexo", disse a Companhia em nota.

Além desse possível ato de vandalismo, na madrugada houve uma tentativa de roubo de cabos entre Coqueiral e Tejipió, o que resultou na paralisação da Linha Centro inteira. Após a atuação da Manutenção, foi possível liberar, às 8h05 desta terça, a operação no ramal Recife-Jaboatão. A manutenção está atuando ininterruptamente desde as 23 horas de ontem, para liberar o trecho Coqueiral-Camaragibe o mais rápido possível.

Leia também:
Rede de pesca danificou rede aérea do metrô e causou paralisação
Problema na rede elétrica fecha parcialmente Linha Centro do Metrô

O ajudante de pedreiro Fábio Silva, 34 anos, foi pego de surpresa na volta para casa. Morador de São Lourenço, na Região Metropolitana, ele disse que tinha esperança de o serviço já ter normalizado. Pela manhã, ele usou o BRT para chegar no trabalho. "Foi péssimo porque estava ainda mais lotado, já que além dos usuários do próprio BRT todos que usam o metrô precisaram recorrer a essa alternativa. A tarifa do metrô está tendo constantes aumentos, mas não temos um transporte de qualidade", disse.

O ramal Jaboatão também ficou paralisado no início desta terça. A CBTU informou que durante os serviços de manutenção realizados na madrugada, em razão da paralisação do ramal Camaragibe, detectou uma quebra de cabo na rede aérea próximo à Estação Coqueiral. Esse cabo foi encontrado no chão, possivelmente numa tentativa de roubo, alegou a companhia. O trecho Recife-Jaboatão foi reaberto por volta das 8h05.

Reforço de ônibus
O Grande Recife Consórcio de Transportes informou que não foi comunicado antecipadamente pela CBTU sobre a paralisação total da Linha Centro do Metrô. Por isso, o Consórcio se concentrou em reforçar mais linhas de ônibus que vêm para o Recife ou fazem ligação com outros terminais da Capital. Foram reforçadas ainda as linhas 232 – Cavaleiro, 243 – Vila Dois Carneiros e 346 – TI TIP (Conde da Boa Vista) que vêm para diferentes pontos do Centro do Recife. Fora estas, o Consórcio fez um acréscimo também na 370 – TI TIP/TI Aeroporto que faz a ligação entre os terminais do TIP e do Aeroporto.

"É importante destacar que, quem utiliza a Linha Centro, a partir do município de Camaragibe, pode contar com o reforço nas linhas 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista) e 2480 – TI Camaragibe/Derby. Já quem usa a Linha Centro do metrô, com origem na cidade de Jaboatão, pode contar com o reforço da linha 200 – Jaboatão (Parador), indo para o Centro do Recife. Foram ativadas as linhas especiais que fazem a ligação entre os terminais de Joana Bezerra/Afogados/Barro e Barro/Jaboatão, conforme a demanda", disse comunicado do Consórcio.

Para tirar dúvidas ou enviar sugestões e reclamações, o usuário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (0800 081 0158) ou WhatsApp (99488.3999), exclusivo para reclamações.

Veja também

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal
Pantanal

Fogos em nove fazendas destruíram 141 mil hectares no Pantanal

China promete neutralidade em carbono até 2060
Meio Ambiente

China promete neutralidade em carbono até 2060