Com operação Polícia nas Ruas, 130 pessoas foram presas em 24 horas

Secretaria considera a ação um sucesso e pretende realizar o procedimento novamente na próxima semana

24º Grito dos Excluídos24º Grito dos Excluídos - Foto: Divulgação

A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou, nesta quinta-feira (24), o balanço das ações da Operação Polícia Nas Ruas. Em todo o Estado, foram 130 prisões durante as 24 horas da iniciativa, que começou a partir da meia-noite da quarta-feira (23) e contou com o reforço, nas ruas, de 2.457 profissionais das polícias Militar, Civil, Científica e Corpo de Bombeiros. A expectativa é que o procedimento seja realizado novamente na próxima semana.

Leia mais:
SDS realiza operação e coloca cerca de 2,5 mil policiais nas ruas nesta quarta


De acordo com a secretaria, foram abordadas 29.846 pessoas e 11.011 veículos - destes, 31 foram apreendidos e cinco, recuperados. Também foram averiguados 129 bares na Região Metropolitana do Recife (RMR): 11 deles foram fechados por problemas relativos a vistorias - como não ter saída de emergência ou falta de extintor de incêndio - como por funcionarem como ponto de trafico de drogas e prostituição.

Ao todo, 130 pessoas foram presas, sendo 27 em flagrante. Ainda foram apreendidas 70 pedras de crack, 11 papelotes de maconha, 26,8 kg de maconha, nove armas de fogo e oito armas brancas. "Os números não mentem e mostram que a operação foi um sucesso. Não há registro de a Polícia Civil ter feito, em 24 horas, 130 prisões, como ocorreu ontem", declarou o delegado Antonio Barros.

Entre os casos de destaque, a SDS destacou a prisão de três homens envolvidos na tentativa de latrocínio de um policial civil no último dia 4. Um dos suspeitos, de 20 anos, foi preso em Curcurana, em Jaboatão dos Guararapes. Outro, ex-presidiário, em Santo Amaro - área central do Recife. E um terceiro, em Chã Grande, na Mata Sul de Pernambuco; ele era foragido da Penitenciária Barreto Campelo.

Veja também

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal
Coronavírus

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal

Oposição reage contra decreto que estuda gestão privada de unidades básicas de saúde
saúde

Oposição reage contra decreto que estuda gestão privada de unidades básicas de saúde