Com redução de frota de ônibus, passageiros reclamam de demora

Em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, paradas cheias e usuários insatisfeitos com a diminuição dos coletivos

A alta dos combustíveis causou demora na espera por ônibusA alta dos combustíveis causou demora na espera por ônibus - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Após o anúncio da redução da frota de coletivos na Região Metropolitana do Recife (RMR), passageiros reclamam da demora no intervalo entre as viagens nesta quarta-feira (23). O Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano emitiu nota na terça-feira (22) alertando os usuários para a redução de 8% na frota devido à paralisação dos caminhoneiros e comprometimento no abastecimento de combustíveis.

Leia também
Postos de combustíveis da RMR ameaçados de desabastecimento
Ministro da Fazenda diz que possível medida sobre combustível ainda está em discussão


Em Olinda, na RMR, paradas cheias e usuários insatisfeitos com a diminuição dos coletivos. A cuidadora Alcilene Neves, de 55 anos, criticou a espera. "Hoje está demorando mais do que o normal. Costumo esperar uns 40 minutos e faz uma hora que estou aqui. Está prejudicando bastante a gente", disse.

No Terminal Integrado de Rio Doce, em Olinda, a linha 1966 - T.I. Rio Doce/Circular, normalmente operada pela empresa Cidade Alta, passou a circular com veículos da Rodotur, ambas integrantes do consórcio Conorte. Segundo o motorista da empresa Caxangá Alexandre Bonfim, poucos ônibus foram retirados de circulação.

"Não tirou muito ônibus de circulação não. Tem linha com 15 ônibus que tirou um, outras com 20 que tiraram dois", afirmou. Alguns passageiros foram pegos de surpresa com a medida emergencial como a dona de casa Glaucilene dos Santos, de 44 anos. "Nem fiquei sabendo, mas acho que está normal".

A medida emergencial atrapalha a rotina dos usuários, como afirma a aposentada Maria Bernardete, de 69 anos. "Estou indo ao médico e soube aqui na parada que o combustível aumentou e que os ônibus iam reduzir. Passei mais de uma hora pra chegar aqui e geralmente não é nem trinta minutos".

A dona de casa Maria Soares, de 65 anos, ficou sabendo da redução e confirmou a redução ao ir à parada. "Fiquei sabendo da redução ontem e hoje vi que estava demorando mesmo. Minha linha tem só quatro ônibus, já tinham tirado um e agora então... O normal é esperar meia hora mais ou menos e já faz uma hora que estou aqui", lamentou.

Veja também

Maestro Geraldo Menucci, primeiro regente da Banda Sinfônica do Recife, morre de Covid-19
Luto

Maestro Geraldo Menucci, primeiro regente da Banda Sinfônica do Recife, morre de Covid-19

Ministério Público denuncia homem preso por furto de bicicleta no Leblon
Crime

Ministério Público denuncia homem preso por furto de bicicleta no Leblon