EDUCAÇÃO

Governo Federal anuncia criação de 100 novos Institutos Federais; seis unidades serão em Pernambuco

Ao todo, 140 mil novas vagas devem ser geradas

Instituto Federal de Pernambuco (IFPE)Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O Governo Federal anunciou, na manhã desta terça-feira (12), a criação de 100 novos campi dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs).

Desses, seis foram destinados para Pernambuco, nos municípios de Goiana, na Zona da Mata Norte, Santa Cruz do Capibaribe, Águas Belas e Bezerros, no Agreste, Araripina, no Sertão, além da capital, Recife.

De acordo com o governo, serão investidos R$ 3,9 bilhões em obras. Desse total, R$ 2,5 bilhões são para criar novos campi e R$ 1,4 bilhão para consolidar unidades já existentes. Está prevista a construção de refeitórios, ginásios, bibliotecas, salas de aula e aquisição de equipamentos.

Não foi informado um prazo para entrega dos novos equipamentos, ou de início das construções. Ao todo, 140 mil novas vagas devem ser geradas, a maioria em cursos técnicos integrados ao ensino médio.

No Brasil, o Nordeste é a região mais contemplada pelos novos IFs, com um total de 38 novas unidades para os nove estados. O Sudeste é o segundo, com 27 novos campi, seguido pela região Sul, com 13; do Norte, com 12; e do Centro-Oeste, com 10. 

Dentre os estados, São Paulo é o que tem mais municípios beneficiados, com 12. Minas Gerais e Bahia somam oito municípios. Na sequência, aparecem Pernambuco, Ceará e Rio de Janeiro, com seis, e Paraná, Rio Grande do Sul e Pará, com cinco.

Atualmente, há 682 unidades e mais de 1,5 milhão de matrículas nos Institutos Federais espalhados pelo Brasil. Com os novos 100 campi, a Rede Federal passa a contar com 782 unidades, sendo 702 campi de IFs.

Veja, abaixo, a lista de novos IFs destinados aos nove estados do Nordeste.

Veja também

UTIs vão reforçar hospitais de campanha no Rio Grande do Sul
Rio Grande do Sul

UTIs vão reforçar hospitais de campanha no Rio Grande do Sul

Eletrobras: trabalhadores poderão entrar em greve a partir de 3 de junho
Eletrobras

Eletrobras: trabalhadores poderão entrar em greve a partir de 3 de junho

Newsletter