Com time misto, vôlei feminino estreia nesta quarta (7)

Seleção brasileira enfrenta Porto Rico, a partir das 15h, sob o comando do técnico José Roberto Guimarães

Macris, levantadora da seleção brasileira de vôlei femininoMacris, levantadora da seleção brasileira de vôlei feminino - Foto: Divulgação/FIVB

Após conquistar a classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no último domingo (4), ao vencer o Grupo D do Torneio Pré-Olímpico, a seleção brasileira feminina de vôlei encara, a partir desta quarta-feira (7), mais um desafio, nos Jogos Pan-Americanos de Lima. A estreia acontece às 15h (horário de Brasília), contra Porto Rico, com transmissão da Rede Record e do SporTV. A partida é válida pelo Grupo B do evento, que conta ainda com Argentina e Estados Unidos.

O Grupo A é formado por Peru, República Dominicana, Canadá e Colômbia. As equipes se enfrentarão dentro dos respectivos grupos e as duas melhores de cada passarão às semifinais da competição. Na última edição dos Jogos Pan-Americanos, em Toronto, no Canadá, a seleção feminina ficou com a medalha de prata depois de perder para os Estados Unidos na decisão, por sets a 0.

“Argentina e Porto Rico estão vindo para Lima com os mesmos times que jogaram o Pré-Olímpico. Já os Estados Unidos têm com uma equipe diferente. Vamos brigar e temos seis jogadoras que participaram do grupo no Pré-Olímpico (Macris, Mara, Mayany, Lorenne, Paula Borgo e Lana). As outras jogadoras estavam treinando em Saquarema e participaram da campanha da Liga das Nações. Temos um time jovem e precisamos dar oportunidade para essas atletas”, afirmou José Roberto Guimarães.

Leia também:
Zé Roberto diz que Olimpíada de Tóquio será última da carreira
Seleção masculina de vôlei vence o Chile e fica com o bronze no Pan
Brasil sobe para o segundo lugar no quadro de medalhas

A equipe brasileira no Pan de Lima é formada pelas levantadoras Macris e Juma, as opostas Lorenne e Paula Borgo, as centrais Mara, Mayany e Lara, as ponteiras Tainara, Júlia Bergmann, Lana e Maíra e a líbero Natinha. Além de mesclar jogadoras do elenco principal com uma espécie de time B, o grupo será comandado pelo técnico José Roberto Guimarães. A situação é diferente do que aconteceu com o vôlei masculino, que levou uma espécie de time C, liderado pelo auxiliar Marcelo Fronckowiak.

Além da disputa do Torneio Pré-Olímpico, nesta temporada a seleção feminina de vôlei também participou da Liga das Nações, da qual foi vice-campeã, perdendo a decisão para os Estados Unidos, por 3 sets a 2. Na ocasião, a levantadora Macris, a central Bia e a ponteira Gabi foram eleitas as melhores em suas respectivas posições.

No histórico do vôlei feminino nos Jogos Pan-Americanos, o Brasil aparece em segundo lugar no quadro de medalhas, atrás apenas de Cuba. As cubanas têm um total de 12 medalhas, sendo oito ouros, três pratas e um bronze, enquanto o País soma quatro ouros, três pratas e dois bronzes. Os Estados Unidos, em terceiro, têm até mais medalhas que o Brasil, mas levam desvantagem na quantidade de títulos - são dois ouros, cinco pratas e outros cinco bronzes.


Veja também

Trump promete vacinas para todos os americanos em abril e Europa aumenta restrições
Coronavírus

Trump promete vacinas para todos os americanos em abril e Europa aumenta restrições

Pernambuco registra 807 novos casos e 33 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 807 novos casos e 33 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24h