Com time misto, vôlei feminino estreia nesta quarta (7)

Seleção brasileira enfrenta Porto Rico, a partir das 15h, sob o comando do técnico José Roberto Guimarães

Macris, levantadora da seleção brasileira de vôlei femininoMacris, levantadora da seleção brasileira de vôlei feminino - Foto: Divulgação/FIVB

Após conquistar a classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no último domingo (4), ao vencer o Grupo D do Torneio Pré-Olímpico, a seleção brasileira feminina de vôlei encara, a partir desta quarta-feira (7), mais um desafio, nos Jogos Pan-Americanos de Lima. A estreia acontece às 15h (horário de Brasília), contra Porto Rico, com transmissão da Rede Record e do SporTV. A partida é válida pelo Grupo B do evento, que conta ainda com Argentina e Estados Unidos.

O Grupo A é formado por Peru, República Dominicana, Canadá e Colômbia. As equipes se enfrentarão dentro dos respectivos grupos e as duas melhores de cada passarão às semifinais da competição. Na última edição dos Jogos Pan-Americanos, em Toronto, no Canadá, a seleção feminina ficou com a medalha de prata depois de perder para os Estados Unidos na decisão, por sets a 0.

“Argentina e Porto Rico estão vindo para Lima com os mesmos times que jogaram o Pré-Olímpico. Já os Estados Unidos têm com uma equipe diferente. Vamos brigar e temos seis jogadoras que participaram do grupo no Pré-Olímpico (Macris, Mara, Mayany, Lorenne, Paula Borgo e Lana). As outras jogadoras estavam treinando em Saquarema e participaram da campanha da Liga das Nações. Temos um time jovem e precisamos dar oportunidade para essas atletas”, afirmou José Roberto Guimarães.

Leia também:
Zé Roberto diz que Olimpíada de Tóquio será última da carreira
Seleção masculina de vôlei vence o Chile e fica com o bronze no Pan
Brasil sobe para o segundo lugar no quadro de medalhas

A equipe brasileira no Pan de Lima é formada pelas levantadoras Macris e Juma, as opostas Lorenne e Paula Borgo, as centrais Mara, Mayany e Lara, as ponteiras Tainara, Júlia Bergmann, Lana e Maíra e a líbero Natinha. Além de mesclar jogadoras do elenco principal com uma espécie de time B, o grupo será comandado pelo técnico José Roberto Guimarães. A situação é diferente do que aconteceu com o vôlei masculino, que levou uma espécie de time C, liderado pelo auxiliar Marcelo Fronckowiak.

Além da disputa do Torneio Pré-Olímpico, nesta temporada a seleção feminina de vôlei também participou da Liga das Nações, da qual foi vice-campeã, perdendo a decisão para os Estados Unidos, por 3 sets a 2. Na ocasião, a levantadora Macris, a central Bia e a ponteira Gabi foram eleitas as melhores em suas respectivas posições.

No histórico do vôlei feminino nos Jogos Pan-Americanos, o Brasil aparece em segundo lugar no quadro de medalhas, atrás apenas de Cuba. As cubanas têm um total de 12 medalhas, sendo oito ouros, três pratas e um bronze, enquanto o País soma quatro ouros, três pratas e dois bronzes. Os Estados Unidos, em terceiro, têm até mais medalhas que o Brasil, mas levam desvantagem na quantidade de títulos - são dois ouros, cinco pratas e outros cinco bronzes.


Veja também

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas da educação infantil
Coronavírus

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas da educação infantil

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças
EUA

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças