Comando Militar do Nordeste realizará desinfecção no Metrô

Ação acontece desta quarta-feira até a próxima sexta

O Comando Conjunto Nordeste, formado por militares da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, realizará a desinfecção sanitária de terminais metroviários do Recife desta quarta (22) até a próxima sexta (24). A ação iniciará, às 9h, na Estação Central Capiba – Museu do Trem, no bairro São José. Cerca de 80 militares capacitados em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear estarão envolvidos na atividade, que visa combater a possível contaminação pelo novo coronavírus.

O Comando Conjunto Nordeste, ativado pelo Ministério da Defesa no contexto do emprego das Forças Armadas contra a COVID-19, planeja sua atuação visando se antecipar e mitigar os possíveis efeitos nocivos da pandemia junto à sociedade. Sendo assim, desde o mês de março, o Comando Conjunto Nordeste vem desencadeando ações integradas visando reforçar medidas de segurança e prevenção contra o novo coronavírus, em favor da população nordestina.

Foram realizadas as seguintes atividades: capacitação dos militares das Forças Armadas em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear, campanhas de profilaxia, doação de sangue e transporte de alimentos; apoio à vacinação de idosos, distribuição de cestas básicas e apoio ao desembarque de materiais de saúde, para a utilização em hospitais de diversas capitais do nordeste.

O Comando Conjunto Nordeste atua no combate à pandemia, em colaboração com outras agências e instituições dos estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí e Sergipe.

Serviço: 
Desinfecção da Estação de Trem Capiba – Museu do Trem Endereço: Rua Floriano Peixoto, s/n, bairro São José, Recife (PE) Data/ Hora: Quarta-feira, 9h às 12h.


 

Veja também

Complexo de Suape filia-se a rede global de desenvolvimento sustentável
Pernambuco

Complexo de Suape filia-se a rede global de desenvolvimento sustentável

EUA recomendam uso de máscaras por vacinados em áreas de alto risco
Coronavírus

EUA recomendam uso de máscaras por vacinados em áreas de alto risco