Tempo

Confira a previsão do tempo desta sexta em Pernambuco

De acordo com a Apac, RMR recebe chuva na madrugada e começo da manhã

Céu nublado com chuvasCéu nublado com chuvas - Foto: Arte FolhaPE

A Região Metropolitana do Recife deve ter céu parcialmente nublado e chuva de intensidade fraca durante a madrugada e as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (3). A previsão é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Já no Agreste, deve apenas haver um surgimento de nuvens. A previsão do tempo para a região é de céu parcialmente nublado, sem chuva, ao longo do dia.

O Sertão também não tem chuva. A previsão da região é de céu parcialmente nublado a claro. A temperatura máxima pode atingir os 32° C.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado a claro com chuva rápida de forma isolada no período da madrugada e primeiras horas da manhã com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 29° Mínima: 20°

Mata Norte
Parcialmente nublado a claro com chuva rápida de forma isolada no período da madrugada e primeiras horas da manhã com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 29° Mínima: 20°

Mata Sul
Parcialmente nublado a claro com chuva rápida de forma isolada no período da madrugada e primeiras horas da manhã com intensidade fraca. 
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 29° Mínima: 19°

Agreste
Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 28° Mínima: 15°

Sertão de Pernambuco
Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 15°

Sertão de São Francisco
Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 20°

Veja também

Agentes de saúde do Recife realizam visitas aos moradores do grupo de risco da Covid-19
Coronavírus

Agentes de saúde do Recife realizam visitas aos moradores do grupo de risco da Covid-19

Brasil abre 21 mil leitos de UTI durante pandemia, mas oferta ainda é desigual
Coronavírus

Brasil abre 21 mil leitos de UTI, mas oferta ainda é desigual