SEGURANÇA

Confira dicas de segurança para um Carnaval mais seguro; bombeiros e Samu terão reforços

Corpo de Bombeiro atuará com efetivo de 1.663 profissionais durante período carnavalesco

Leonardo Gomes, coordenador do Samu Recife, apresentou o planejamento da instituiçãoLeonardo Gomes, coordenador do Samu Recife, apresentou o planejamento da instituição - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE), o Samu Recife e a Neoenergia divulgaram o planejamento para garantir que o Carnaval 2023 ocorra com segurança. As informações foram repassadas durante coletiva de imprensa realizada na sede da Neoenergia, no bairro da Boa Vista, área central do Recife.

As instituições também deram dicas e orientações para que os foliões aproveitem a festa sem causar danos à integridade e à saúde.

De acordo com o CBM, as estimativas e ações planejadas este ano levam em conta os dados de 2020, quando foi realizada a última edição do Carnaval. Nos dois anos seguintes (2021 e 2022), a festa não ocorreu devido à pandemia causada pela Covid-19.

“O folião está sedento pela festa, por isso a gente está prevendo um aporte maior em nossas equipes e elas já começaram a trabalhar”, comentou o major Cleiton Silva, assessor de comunicação do Corpo de Bombeiros, informando que estão sendo realizadas ações preventivas. 

“A parte de trios elétricos, de palcos montados, de estruturas físicas dos locais onde os eventos ocorrerão, todos estão sendo vistoriados e registrados para que possam atender as condições mínimas de segurança”, completou.

O major deu orientações para quem vai aproveitar a folia. “A primeira coisa que o folião tem que ter em mente é brincar com segurança, não só para si como para os demais que estão em volta dele".

"Aqueles que procuram se divertir com segurança, bebem com moderação, se preocupam em não subir em locais onde aquelas estruturas não suportam o peso daquela pessoa, em manter uma distância segura dos trios elétricos, dos palcos dos eventos, verificando também a questão ao seu redor para verificar a melhor rota de fuga em caso de tumulto”, disse.

O Corpo de Bombeiro atuará com um efetivo de 1.663 profissionais durante o período carnavalesco, que inclui blocos pré e pós Carnaval, e contará com 62 viaturas.

O Samu, por sua vez, ampliará as ações voltadas para o Carnaval, em comparação à folia de 2020. Os pontos de descentralização passarão de 13 para 19 e haverá, ainda, ampliação em 60% das motos utilizadas no serviço, chegando a 40 veículos ao todo. Durante todo o carnaval, serão empregados 1.410 profissionais.

Apenas no Galo da Madrugada serão montados cinco postos avançados. Segundo o Samu, em 2020 foram registrados 612 atendimentos durante o bloco e a estimativa é de que este ano o número passe de 700. Os atendimentos em um dia de Galo da Madrugada, alerta o coordenador do Samu Recife, Leonardo Gomes, é superior às ocorrências durante todos os cinco dias de festa no Marco Zero, quando se atende em média 400 pessoas. 

“Serão 40 motocicletas todos os dias, aumento de homens e mulheres nos nossos postos de trabalho, além do aumento de ambulâncias para atender a cidade. A expectativa é de um Carnaval maior, mas o nosso planejamento, a nossa resposta, também será maior”, destacou Gomes.

“Tem muita gente ansiosa para brincar o Carnaval, então a gente pede moderação, que as pessoas evitem o excesso, principalmente o excesso na bebida alcoólica, que se hidrate bem, que vá ao Carnaval bem alimentado, para poder aproveitar a folia”, orientou.

As ações voltadas ao Carnaval 2023 começaram em setembro do ano passado na Neoenergia. Durante o período de folia, estarão envolvidos mais de 850 profissionais, contando com 100 equipes extras, o que configura um aumento de 40%.

“Já inspecionamos aproximadamente 12 mil quilômetros de rede elétricas, já realizamos mais de 100 mil podas de árvores que estavam próximas da rede elétrica, já chegamos a fazer manutenção em aproximadamente 400 equipamentos automatizados que servirão para um rápido restabelecimento de energia elétrica caso venha a faltar energia”, explicou o gerente operacional da instituição, Fábio Barros.

“Estamos reforçando em 40% nosso efetivo de campo e também reforçando em 30% o efetivo que fica no centro de operações fazendo a gestão dessas equipes. O nosso foco é garantir realmente um Carnaval com segurança para o folião e com bastante qualidade no fornecimento de energia elétrica”, acrescentou.

Algumas medidas de segurança devem ser observadas pelos foliões e agremiações, como evitar fazer ligação clandestina.

"Se estiver passando na rua e vir algum cabo próximo ao solo, não se aproxime do cabo, se afaste e chame imediatamente a Neoenergia para que ela vá ao local e veja o que é que está acontecendo. Também não se deve soltar serpentinas metálicas em direção aos fios, isso pode causar um curto circuito, e também não se deve subir nos postes. O poste só deve ser utilizado por um representante legal da Neoenergia Pernambuco”, esclareceu.

Veja também

Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira (25)
Canoas

Base Aérea de Canoas recebe voos comerciais a partir de segunda-feira (25)

UTIs vão reforçar hospitais de campanha no Rio Grande do Sul
Rio Grande do Sul

UTIs vão reforçar hospitais de campanha no Rio Grande do Sul

Newsletter