Confira o trânsito da manhã desta quinta-feira no Recife

A Folha Trânsito traz a cobertura completa das câmeras de monitoramento da CTTU

Av. Eng. Abdias de Carvalho na manhã desta quinta-feira (5)Av. Eng. Abdias de Carvalho na manhã desta quinta-feira (5) - Foto: Reprodução/CTTU

9h01 - Av. Caxangá, na altura da UPA, tem trânsito tranquilo no sentido Camaragibe, no sentido Derby, trânsito moderado;

9h01 - Nas proximidades do TI Getúlio Vargas, Caxangá tem trânsito moderado nos dois sentidos;

9h01 - Trânsito leve na estrada Velha de Água Fria na altura do cruzamento com a Prof. José dos Anjos;

9h01 - No cruzamento da Cruz Cabugá com a Av. Norte, trânsito moderado;

9h01 - No cruzamento da Av. Norte com a João de Barros, trânsito moderado;

9h00 - Av. Conselheiro Aguiar tem trânsito leve após o mercado de Boa Viagem;

9h00 - Av.Recife tem trânsito moderado nos dois sentidos perto da entrada do Ibura;

9h00 - Nas proximidades do Terceiro jardim, Av. Boa Viagem tem trânsito fluindo tranquilamente;

9h00 - Na Antônio De Goes, no Pina, trânsito intenso nas proximidades do túnel;

9h00 - Na Mascarenhas de Moraes, fluxo tranquilo na altura do Aeroporto, sentido Prazeres;

8h59 - Cais Sta Rita tem trânsito leve nos dois sentidos perto das torres gêmeas;

8h59 - Agamenon Magalhães tem trânsito leve na altura da UPE, no sentido Derby; não há retenções;

8h59 - Trânsito moderado na Av. Rui Barbosa perto da Ponte D'uchôa; há retenções;

8h58 - Av. Boa Viagem tem trânsito moderado nas proximidades do Parque Dona Lindu;

8h58 - Trânsito tranquilo na Afonso Olindense, na Várzea, na altura da lombada eletrônica;

8h58 - Na Abdias de Carvalho, trânsito leve nos dois sentidos na altura da Faculdade Estácio;´

8h58 - Av. Dom João VI tem trânsito moderado no sentido Centro perto do GGE


Veja também

Celebração do Ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual
ANO NOVO

Celebração do Ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual

Manaus pode ter atingido 'imunidade de rebanho', aponta estudo
Coronavírus

Manaus pode ter atingido 'imunidade de rebanho', aponta estudo