Confira os últimos detalhes para a virada de ano no Recife

Três balsas carregam as 21 toneladas de fogos de artifício que materializarão o espetáculo de luz, com redução do som

Vistoria dos fogos de artifícioVistoria dos fogos de artifício - Foto: Leo Malafaia / Folha de Pernambuco

A montagem dos palcos e barcas com fogos para o réveillon do Recife foi finalizada na manhã desta segunda-feira (30). Três balsas carregam as 21 toneladas de fogos de artifício que materializarão o espetáculo de luz, com redução do som, na capital pernambucana. A vistoria foi realizada por equipes da Capitania dos Portos, da Defesa Civil, dos Bombeiros e da Polícia Civil de Pernambuco.

Além das balsas que sustentarão 15 minutos de show pirotécnico neste derradeiro dia do ano, a programação de shows em cinco palcos diferentes contará com cerca de 40 atrações. Gaby Amarantos, Lia de Itamaracá, Michelle Melo, Nena Queiroga e Musa são algumas das atrações principais.

Neste ano, a Prefeitura do Recife optou por mais descentralização dos palcos da festa da virada. Por isso, os polos do Acaiaca e Pina ganharam a companhia de outros três, no Ibura, na Lagoa do Araçá e na Várzea. , ressaltou que esta foi uma proposta da gestão na cultura durante todo o ano. “A proposta da gestão vem sendo descentralizar os polos, possibilitar que mais gente possa brincar sem precisar se distanciar tanto de casa. Por isso, o investimento no ciclo natalino, que engloba o réveillon, foi maior esse ano, passou de R$ 1,5 milhão na virada para 2019 para pouco mais de R$ 2 milhões na virada para 2020”, ressaltou Diego Rocha, presidente da Fundação de Cultura do Recife.

Leia também:
Réveillon em Olinda terá orquestras de frevo e shows na orla
Justiça nega liminar para cancelar show de Anitta no Réveillon 2020 do Paulista
Réveillon em Paulista terá fogos silenciosos

“No ano passado a festa foi tranquila, segura. Passei em Boa Viagem também, deu para vir com a família. Desta vez venho, com a família, direto do show de Anitta, no Janga, para o de Gaby Amarantos”, disse Taciana Vaz, professora de educação física, que vai passar a virada no Polo Acaiaca. A atração paraense também motivou Ernandes Joaquim, jogador de futebol, na escolha do local para passar a virada de ano. “Escolhi passar aqui por conta de Gabi Amarantos, a rainha”, contou. Após passar dois anos de réveillon em Santa Catarina, enquanto jogador da Associação Atlética Orleans, ele decidiu passar essa virada para 2020 no Recife também pela companhia. “Meus amigos também vão passar por aqui, vai ser uma forma de confraternização”, explicou.

Com relação à queima de fogos, a secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça, salientou que a proposta do espetáculo esse ano é fazer menos barulho. “A gente vai ter menos ruído porque as balsas vão estar mais afastadas, a cerca de 500 metros da praia, e teremos também 30% a menos de fogos que fazem ruído. Isso não significa que não vai fazer barulho. Mas, que a cada ano a gente procura minimizar ele. Nossos fogos são de efeitos visuais, o objetivo é sempre produzir grafismos, mas explosões sempre causam alguns barulhos”, explicou. No show de fogos de 15 minutos, a secretária ressaltou que haverá uma mensagem exibida. "Vai ter uma mensagem nos fogos esse ano, mas tem que assistir a queima para saber!", incentivou. 

Veja também

Anvisa autoriza uso emergencial do 2º lote da CoronaVac; total é de 4,8 milhões de doses
Vacina

Anvisa autoriza uso emergencial do 2º lote da CoronaVac; total é de 4,8 milhões de doses

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)
Coronavírus

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)