Confirmado primeiro caso de febre amarela em Pernambuco

Paciente já se encontra em bom estado de saúde

Vacinas de febre amarelaVacinas de febre amarela - Foto: Valdecir Galor/SMCS

Pernambuco teve o primeiro caso confirmado de febre amarela nesta sexta-feira (16) depois de 90 anos. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o vírus foi detectado após realização de exame em um morador de 45 anos do município de Bezerros, no Agreste do Estado. Segundo a pasta, o paciente contraiu o patógeno em São Paulo - área considerada de risco, descartando possibilidade de contaminação dentro de Pernambuco.

Apesar do resultado do teste laboratorial ter saído nesta sexta, o homem já havia recebido alta médica em 29 de janeiro, em bom estado de saúde e sem o vírus no corpo. Desde o início do ano, a SES já investigou quatro casos suspeitos da doença em Pernambuco.

A SES afirma que não há nenhum indício de circulação do vírus da febre amarela no Estado, caracterizada como área de baixo risco de transmissão, à luz dos critérios do Ministério da Saúde  

A secretaria promete que, a partir da próxima semana, o Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE) irá começar a fazer exames sorológicos para a febre amarela, facilitando a análise dos casos suspeitos. Hoje as amostras colhidas de pacientes são enviadas a laboratórios nacionais de referência.

Leia também:
Pesquisa detecta vírus da febre amarela em novo tipo de mosquito
Campanha contra febre amarela imunizou apenas 19% do público esperado no RJ e SP
Risco de febre amarela é remoto em Pernambuco, afirmam especialistas

Veja também

Hospital de Bonsucesso suspende atendimentos e passará por reforma
Rio de Janeiro

Hospital de Bonsucesso suspende atendimentos e passará por reforma

Escolas particulares protestam por retorno das aulas presenciais
Educação

Escolas particulares protestam por retorno das aulas presenciais