SAÚDE

Conheça a semente que tem mais ômega 3 que o salmão e é melhor para a saúde

Ela está repleta de nutrientes essenciais e compostos bioativos que apoiam o sistema cardiovascular e circulatório

Foi demonstrado que as sementes de chia são ricas em ômega 3 Foi demonstrado que as sementes de chia são ricas em ômega 3  - Foto: Freepik

Quando se fala em ômega 3, é comum pensar em salmão. E, como explica a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, alguns tipos de peixes são ótimas fontes desses tipos de ácidos graxos, mas não são os únicos. A alternativa vegetal é a semente de chia, rica em ômega 3.

Esse nutriente, composto por ácidos graxos, ajuda o corpo a realizar outras funções importantes, contribuindo, por exemplo, para a saúde do sistema cardiovascular, e a fortalecer os neurônios. O problema é que o organismo humano não o produz naturalmente, por isso ele precisa ser obtido através da alimentação.

As sementes de chia, segundo a Universidade Popular Autônoma de Puebla, no México, são obtidas da sálvia hispânica e proporcionam diversos benefícios à saúde. Eles têm sido usados desde os tempos pré-hispânicos. Por exemplo, a cultura asteca as utilizava para promover o fluxo de saliva, aliviar dores nas articulações e eliminar irritações na pele.

Hoje se sabe que elas possuem propriedades superiores a muitas outras sementes, pois fornecem maior quantidade de vitaminas, minerais, antioxidantes e outros nutrientes que o corpo necessita para funcionar. É por isso que estão relacionados a diversos benefícios como acelerar e prolongar a saciedade, reduzir os desejos entre as refeições e melhorar a digestão.

Mas voltando ao tema ômega 3, as sementes de chia possuem esse elemento, por isso promovem o sistema cardiovascular e circulatório, mantendo o colesterol no sangue sob controle. Na verdade, foi demonstrado que elas têm o índice deste nutriente mais alto em comparação com as sementes de linhaça e até mesmo com o salmão.
 

Para incorporar sementes de chia em sua dieta, basta colocar uma colher de sopa em um copo de água ou outro líquido, por exemplo suco de fruta, e deixá-las descansar por aproximadamente 10 minutos. Vai se formar uma espécie de gel, um terço da mistura deve ser separado e adicionado a dois copos de água, misturado e guardado na geladeira para consumo diário.

Lista de benefícios

Já se sabe que através das sementes de chia é possível aumentar o consumo de ômega 3 de forma econômica e simples. Mas por que é necessário que o corpo adquira quantidades suficientes desses ácidos graxos? Confira os benefícios:

Reduz triglicerídeos.

Reduz o risco de desenvolver batimentos cardíacos irregulares ou arritmias.

Reduz o acúmulo de placa bacteriana, substância formada a partir de gordura, colesterol e cálcio e que endurece e bloqueia as artérias.

Ajuda a baixar a pressão arterial.

Alguns estudos sugerem que este nutriente também pode ajudar a prevenir o câncer, tratar a depressão, inflamações e outras condições. Embora isso ainda esteja sob investigação.

Apesar dos benefícios, é importante ressaltar que o excesso de chia pode reduzir significativamente a pressão arterial, principalmente entre idosos que tomam medicamentos para pressão arterial. Seu consumo também não é recomendado para pessoas que tomam anticoagulantes.

Veja também

Polícia diz que ataque em igreja australiana foi ato terrorista
Mundo

Polícia diz que ataque em igreja australiana foi ato terrorista

Casal Biden publica declaração de renda, com receitas de US$ 620 mil
EUA

Casal Biden publica declaração de renda, com receitas de US$ 620 mil

Newsletter