Conmebol recua e evita projetar datas para Libertadores e Eliminatórias

Os representantes das confederações atualizaram as autoridades da Conmebol sobre a situação do avanço da Covid-19 em seus respectivos países

Estádio Monumental de LimaEstádio Monumental de Lima - Foto: Luka Gonzales/AFP

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) recuou em relação aos posicionamentos antigos sobre a projeção de datas para o retorno da Copa Libertadores e o início das eliminatórias sul-americanas. Ao invés de trabalhar com previsões, a entidade definiu que a bola rolará somente com liberação total das autoridades sanitárias de cada país do continente.

O recuo acabou sendo definido depois de reunião por videoconferência realizada nesta quarta-feira (13). Os representantes das confederações atualizaram as autoridades da Conmebol sobre a situação do avanço da Covid-19 em seus respectivos países. A situação mais preocupante, obviamente, é a do Brasil.

"O Conselho da CONMEBOL reuniu-se hoje por videoconferência e analisou os possíveis cenários do futebol continental nos próximos meses, concordando em retomar as competições quando as condições sanitárias o permitirem", comunicou a Conmebol.

Segundo apurou a reportagem, o tom é de preocupação, especialmente pela situação brasileira. Na terça (12), o Brasil viveu o pior cenário em relação às mortes por novo coronavírus: em 24 h, o Ministério da Saúde confirmou 881 mortes por conta da Covid-19.

Ao todo são mais de 12 mil vítimas fatais do novo coronavírus em solo brasileiro. De acordo com a atualização da terça, o Brasil tem 180.737 pessoas infectadas com o vírus responsável por paralisar o futebol mundial, entre outras atividades. Se o quadro brasileiro gera grande preocupação, a questão do transporte das delegações também é algo a ser discutido nas próximas reuniões. Aeroportos do continente estão fechados e há grande receio de contaminação justamente na chegada de estrangeiros.

"Estas reuniões de seguimento com os membros do Conselho nos permitem ter o pulso real e atualizado da situação em cada uma das federações, bem como alinhar objetivos, protocolos e novas medidas que diminuam o impacto da covid-19 no futebol continental", comentou o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, depois da reunião.

Antes da reunião desta quarta, a Conmebol trabalhava com o retorno das eliminatórias em setembro e confirmava que a Libertadores seria disputada ainda neste ano. Agora, a conclusão é de que o avanço da Covid-19 na América do Sul impede qualquer projeção, seja otimista ou pessimista.

Leia também:
Liga Italiana anuncia que quer reiniciar campeonato em 13 de junho
Libertadores pode acabar só em janeiro de 2021, diz secretário da Conmebol

Veja também

Incentivado por 'fake news' na pandemia, negacionismo tem raízes históricas na sociedade
Zoom

Incentivado por 'fake news' na pandemia, negacionismo tem raízes históricas na sociedade

Estudo encontra vínculo biológico entre carne vermelha e câncer colorretal
Saúde

Estudo encontra vínculo biológico entre carne vermelha e câncer colorretal